25/11/2020 às 16h37min - Atualizada em 25/11/2020 às 16h06min

Embaixador chinês publica poema do genocida Mao Tsé-Tung

"A nossa força é irresistível", escreveu.

Fernanda Salles - tribunanacional.com.br
O porta-voz da Embaixada da China no Brasil, Yan Wanmimg, fez uma publicação polêmica em seu Twitter oficial nesta terça-feira (25).

Wanmimg publicou um poema do ditador comunista, Mao Tsé-Tung, líder da Revolução Chinesa.


De acordo com historiador Rudolph J.Rummel, Mao matou cerca de 77 milhões de chineses, a maioria de fome.

"Um poema escrito pelo Sr. Mao Tsé-Tung,  publicado no dia 9 de Janeiro do ano 1963. 

Neste minúsculo globo
Umas quantas moscas arremetem de encontro à parede,
Zumbindo sem cessar,
Ora gritando, 
Ora gemendo,
As formigas na alfarrobeira 
dão-se ares de grande nação.
E insectos conspiram para 
derrubar a árvore gigante.
O vento de oeste espalha as 
folhas sobre Chang´an,
E as setas voam vibrando.
São tantas as tarefas,
todas urgentes,
O mundo rola,
O tempo aperta.
Dez mil anos é tempo demais,
Aproveitar o dia, 
aproveitar a hora!
Os Quatro Mares estão 
subindo, 
enfurecem-se nuvens e águas,
Os Cinco Continentes oscilam, rugem ventos e tempestades. 
A nossa força é irresistível,
Fora com todas as pragas!", escreveu Wanmimg.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »