24/11/2020 às 17h53min - Atualizada em 24/11/2020 às 17h53min

Governo Doria ameaça paulistas: vão responder criminalmente por ‘festas ilegais’

Vinicius Mariano
Gazeta Brasil
(REPRODUÇÃO)
Nesta segunda-feira (24), o governo de São Paulo anunciou que os responsáveis por festas clandestinas vão responder criminalmente pela organização dos eventos durante a pandemia do novo coronavírus. A declaração foi feita pelo secretário estadual da saúde, Jean Gorinchteyn, em coletiva de imprensa no Instituto Butantan.

“As pessoas não vão mais responder de forma só civil, mas criminal, porque, quando ocorrem festas como essa, existe a dissipação de vírus, colocando em risco a nossa população (…) Nós temos que lembrar que pequenas festas acontecem com pessoas comuns convidando 4, 5, 6 outras pessoas e fazendo pequenos encontros. Esses pequenos encontros não respeitando todas as normas e ritos sanitários são capazes de levar à disseminação do vírus. Então esses pequenos encontros, essas pequenas festas, são capazes de colocar as pessoas em risco […], então a gente pede a compreensão das pessoas para que se saírem, o façam com responsabilidade”, disse Gorinchteyn.

“O serviço de vigilância sanitária continua não só fazendo inspeções, como autuando. Esse final de semana tivemos os parques Villa-Lobos e Ibirapuera que foram autuados por aglomerações. Assim como festas, que, de forma aberrante, já compunham mais de mil integrantes, foram fechadas” completou o secretário.

O Governo de São Paulo critica os “encontros sociais”, mas regras estaduais de combate à pandemia autorizam a realização de shows e festas, além da abertura de bares e restaurantes em todas as regiões.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »