10/11/2020 às 16h02min - Atualizada em 10/11/2020 às 16h02min

Alexandre de Moraes suspende inquérito contra Paulo Vasconcelos, ex-marqueteiro de Aécio

Vasconcelos é acusado de corrupção ativa e lavagem de dinheiro

Kaio Lopes
R7
FOLHA VITÓRIA (REPRODUÇÃO)
O Ministro do STF, Alexandre de Moraes, suspendeu nesta terça-feira (10) o inquérito policial da justiça mineira que apura supostos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção ativa praticados por Paulo Vasconcelos, ex-marqueteiro de campanha de Aécio Neves (PSDB). 

De acordo com as denúncias, durante a construção da Cidade Administrativa de Belo Horizonte, iniciada em 2008, sob a administração do então governador de Minas, Aécio Neves, Paulo havia recebido a garantia de vitórias licitatórias das maiores construtoras do Brasil para assumir as obras. Para tanto, 3% do montante arrecado deveria ser repassado ao tucano. A suspeita é de que houveram fraudes contratuais no repasse dos valores. 

A alegação de Moraes para a tomada de decisão passa pela atribuição sobre a responsabilidade das investigações à Justiça Eleitoral. ''É pertinente suspender a tramitação do inquérito policial'', justifica o ministro. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »