10/11/2020 às 10h36min - Atualizada em 10/11/2020 às 10h36min

Dispensada das sessões da ALESP por ser do grupo de risco, deputada Maria Lucia faz campanha eleitoral em Sorocaba

Vinicius Mariano
(REPRODUÇÃO)
A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), através do Ato da Mesa nº 03 de 17 de Março de 2020, desobrigou o comparecimento nas sessões dos deputados maiores de 60 (sessenta) anos, em função deles serem do grupo de risco da covid-19.

De acordo com o ato da mesa, em seu Artigo 8º, os parlamentares maiores de 60 (sessenta) anos, portadores de doenças crônicas, gestantes e lactantes e os que estiveram em locais previstos no artigo 4º ou cujos familiares com quem residam tenham regressado de viagens internacionais, os que apresentem suspeita ou confirmação de que tenham mantido contato próximo com casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 e apresentem sintomas respiratórios ou febre, ou que sejam considerados suspeitos, independentemente dos sintomas, ficam desobrigados das atividades parlamentares.

Dentre os deputados dispensados das sessões, está a atual candidata à Prefeitura de Sorocaba, a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB).  De acordo com o site da ALESP, a deputada em agosto compareceu apenas a uma sessão e em setembro, compareceu a duas sessões, apenas, para aprovar o PL 529, do governador João Doria (PSDB), que aumentou impostos no Estado.

Contradição
Dispensada das sessões e mesmo sendo do grupo de risco da covid-19, a deputada segue em campanha eleitoral pela prefeitura de Sorocaba, com reuniões, entrevistas, carreatas, passeatas, sempre com rodeada de muitas de pessoas, o que levou um munícipe da cidade representar contra a deputada no Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »