04/11/2020 às 17h13min - Atualizada em 04/11/2020 às 17h13min

"Erros de contagem" levaram Joe Biden a ter votos extras no Michigan

Secretário do condado de Antrim diz que houve "discrepância" e que votos serão recontados após revisão

Vinicius Mariano
O editor do jornal local Gongwer Michigan, Zach Gorchow, tweetou, nesta quarta-feira (4) que falou com o secretário do condado de Antrim que disse a ele que estão revisando os números dos votos devido a "discrepâncias".


"Acabei de falar com o escritório do secretário da Antrim. Eles estão revisando esses números, disseram que há discrepâncias. Certamente parece provável que os números tenham sido transpostos. Trump e John James verão um ganho de aproximadamente 6.000 votos em todo o estado, uma vez que isso seja corrigido. Este é um condado ferrenho do partido republicano", afirma em seu tweet.

Gorchow mencionou que parece provável que os totais de votos foram transpostos. Isso significa que Trump e John James (candidato republicano ao Senado dos EUA por Michigan) ganharão cerca de seis mil votos em todo o estado assim que isso for corrigido.

Não há uma causa certa para o erro, mas acredita-se que os números foram transpostos. O condado envolvido, Antrim, é conhecido por ser um reduto forte do Partido Republicano.

Além disso, foram relatados erros em outro município. O aumento de Biden nos números das pesquisas de Michigan também ocorreu porque o condado de Shiawassee anotou 153.710 para Biden, quando seu número deveria ser 15.371. Com esses números ajustados, o Decision Desk HQ coloca Biden em 49,51% e Trump em 48,93%. Mesmo assim, ainda é uma disputa muito acirrada entre os dois.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »