04/11/2020 às 11h34min - Atualizada em 04/11/2020 às 11h34min

As Forças Armadas poderão ser utilizadas nas eleições municipais.

A medida foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) e atende ao pedido de liberação do uso dos militares no pleito eleitoral deste ano, feito pelo presidente Bolsonaro no último dia 20 de outubro.

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)
O Ministério da Defesa aprovou, nesta quarta-feira (4), a utilização das Forças Armadas nas eleições municipais de 2020.
A medida foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) e atende ao pedido de liberação do uso dos militares no pleito eleitoral deste ano, feito pelo presidente Bolsonaro no último dia 20 de outubro.

A utilização dos efetivos militares visa garantir a votação e apuração das eleições municipais, nas localidades e municípios que forem solicitados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), segundo texto assinado pelo ministro Fernando Azevedo e Silva.
Participam da operação os comandos operacionais da Amazônia, do Norte, do Nordeste, do Oeste, do Planalto, do Leste, do Sudeste e do Sul. As localidades específicas e os períodos a serem trabalhados serão definidos conforme o pedido feito pelo município em determinado Tribunal Superior.

Ainda em outubro, sete Estados pediram ao TSE o envio de tropas federais para garantir a segurança do primeiro turno das eleições.
O tribunal aprovou o pedido e os soldados das Forças Armadas serão enviados para localidades do Amazonas, Pará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Acre e Tocantins.
Os pedidos de envio de forças foram feitos pelos tribunais regionais eleitorais (TREs) para garantir a normalidade da eleição. As 345 localidades que vão receber as tropas têm histórico de conflitos durante as eleições e baixo efetivo de policiais militares.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »