23/09/2020 às 14h21min - Atualizada em 23/09/2020 às 14h21min

Trump impõe novos embargos sobre Cuba em defesa da democracia

''Hoje, proclamamos que a América nunca será um país socialista'', disse o presidente

Kaio Lopes
FOX NEWS
EXAME (Reprodução)
O presidente dos EUA, Donald Trump, durante discurso em homenagem aos veteranos da Baía dos Porcos - que, em vão, tentaram vencer o governo comunista de Fidel Castro em Cuba - anunciou novas sanções para os norte-americanos dentro da Ilha. Dentre elas, o impedimento na compra de tabacos e a hospedagem em hotéis financiados pelo regime cubano. 

As medidas estão previstas nas modificações regulatórias impostas pelo Departamento do Tesouro, entre as quais se incluem a restrição na importação do álcool e produtos de tabaco oriundos de Cuba e a proibição do comparecimento de americanos em determinadas reuniões e conferências, a exemplo de apresentações públicas, workshops e competições dentro do país. 

Além de Cuba, Trump divulgou embargos também contra Venezuela e Nicarágua, segundo ele, em virtude de uma ''luta contínua contra o comunismo''. Enquanto homenageava os veteranos, o presidente afirmou: ''O governo Obama-Biden fez um acordo fraco, patético e unilateral com a ditadura de Castro - que traiu o povo cubano e enriqueceu o regime comunista. Cancelei a venda de Obama-Biden ao regime''. 

Donald terminou dizendo à imprensa que seus veículos ''estão send usados como tolos'' e reiterou sua repressão contra a ideologia esquerdista: ''Os corajosos veteranos de hoje aqui testemunham como o socialismo, as turbas radicais e os comunistas violentos arruinaram uma nação. Agora, o partido Democrata está lançando turbas socialistas na América. Hoje, proclamamos que a América nunca será um país socialista''.

OBS: ''Turba'', comumente utilizada na língua latina e árabe, neste contexto, deverá ser interpretado como 'vozes reunidas em coro' ou 'alvoroço'. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »