23/09/2020 às 13h29min - Atualizada em 23/09/2020 às 13h29min

Vulcão Sangay entra em erupção no Equador

De acordo com o Instituto Geofísico-Escuela Política Nacional, fluxos piroclásticos (uma mistura de rochas, lava e gases vulcânicos) atingiram o rio Vólcan e chegaram ao rio Upano. Esse é um dos rios que liga os Andes a Amazônia.

Cristina Barroso
Reprodução
O vulcão Sangay, localizado próximo a cidade de Alausí, cerca de 200 km de Quito-Equador, entrou em erupção com alerta amarelo e começou a expelir cinzas vulcânicas na última segunda-feira (21). Seu nome tem origem na língua quéchua e significa “aterrorizar”.

A cidade mais próxima, Alausí, foi basteante afetada pelas cinzas e a poeira expelidas pelo vulcão. Todas as atividades da cidade foram interrompidas numa tennattiva de impedir que as cinzas se levantassem.

De acordo com o Instituto Geofísico-Escuela Política Nacional, fluxos piroclásticos (uma mistura de rochas, lava e gases vulcânicos) atingiram o rio Vólcan e chegaram ao rio Upano. Esse é um dos rios que liga os Andes a Amazônia. Porém, ainda não foi possível analisar as conseqüências para o meio ambiente da região.

O vulcão Sangay é o vulcão mais ao sul do Equador e onde começa a Avenida dos vulcões.Além do Sangay o país possui outros vulcões como o Tungurahua e o Cotopaxi.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »