22/09/2020 às 14h50min - Atualizada em 22/09/2020 às 14h50min

Empresário chinês que chamou Xi Jinping de “palhaço” é condenado a 18 anos por “corrupção”

Vinicius Mariano
Conexão Política
Ren Zhiqiang, um magnata do mercado imobiliário chinês e crítico do Partido Comunista Chinês que chamou o ditador Xi Jinping de “palhaço” em fevereiro, foi condenado a 18 anos de prisão.
 
O tribunal de Pequim condenou Zhiqiang por ‘corrupção’, no entanto, de acordo com seus apoiadores, ele foi punido por ter feito duras críticas ao ditador chinês Xi Jinping.

Além da pena de prisão, Zhiqiang, ex-presidente do conselho da imobiliária estatal Huayuan, também tem que pagar uma multa de 4,2 milhões de yuans (aproximadamente 3,3 milhões de reais).

Ele foi acusado de aceitar subornos, desviar dinheiro público e enriquecer-se com cerca de 19,9 milhões de yuans (cerca de 15,9 milhões de reais).

Em março, amigos de Zhiqiang relataram que ele estava desaparecido.

O magnata de 69 anos criticou o ditador Xi Jinping por sua forma de lidar a pandemia de covid-19 na China.
 
Ele escreveu um artigo criticando o ditador comunista chinês e suas políticas.

De acordo com Zhiqiang, o coronavírus chinês poderia ter sido combatido mais cedo se houvesse liberdade de expressão na China e os jornalistas não fossem censurados em seu trabalho.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »