11/09/2020 às 10h30min - Atualizada em 11/09/2020 às 10h30min

Advogados dos réus na operação "ESQUEMA S" pedem afastamento de Bretas ao CNJ

Por outro lado, os réus do Esquema “S”- advogados e filhos de ministros do STJ e do TCU – estariam apostando todas as suas fichas nas mãos do ministro Gilmar Mendes na esperança, quase certeza, da anulação da operação deflagrada na quarta-feira contra eles, por determinação do juiz Marcelo Bretas.

Cristina Barroso
Google reprodução
A Operação “ESQUEMA S” está tirando o sono de muita gente, principalmente dos novos réus da Lava Jato e  seus advogados que conspiram abertamente para afastar o juiz Marcelo Bretas.

Eles contam com um final feliz  e para que isso aconteça é imprescindível o afastamento do magistrado.
Serão capazes de fazer de tudo para atingirem esse objetivo.
Estão todos ligados e a cada delação homologada,  os personagens são sempre os mesmos, eles formaram uma teia onde o juízes, advogados, ministros, presidente da Instituições que deveriam zelar pelo cumprimento das leis e réus estão juntos e misturados
.Esses advogados e seus clientes são pessoas influentes e possuem acordos com pessoas que ocupam  cargos no alto escalão da República.

Os advogados de Lula,  Cristiano Zanin e Roberto Teixeira, lideram essa movimentação.
O pedido de afastamento deverá ser feito ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Além de seus clientes serem réus, eles próprios  foram delatados por Orlando Diniz ex-presidente da Fecomércio e sofreram busca e apreensão.

Por outro lado, os réus do Esquema “S”- advogados e filhos de ministros do STJ e do TCU – estariam apostando todas as suas fichas nas mãos do ministro Gilmar Mendes na esperança, quase certeza, da anulação da operação deflagrada na quarta-feira contra eles, por determinação do juiz Marcelo Bretas.
Para tanto precisam agir com rapidez, pois a delação de José Carlos Reis Lavoura, ex-dirigente da Federação de Transporte do Rio de Janeiro, está nas mãos do ministro Feliz Fischer, aguardando homologação.
A delação de José Carlos corrobora com as denúncias feitas por Orlando Diniz, isso tornaria quase impossível tomar qualquer medida contra a operação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você votaria em Bolsonaro para Presidente em 2022?

90.1%
9.9%