10/06/2023 às 17h51min - Atualizada em 10/06/2023 às 17h51min

'Esta é uma crise nacional': Japão ordena investigação sobre vacinas de Covid à medida que o excesso de mortes dispara

Em outro caso da teoria da conspiração de ontem se tornando o fato de hoje, a grande mídia está finalmente relatando o que sempre soubemos. Biden, Fauci e Gates têm compartilhado informações erradas conosco. Não houve “inverno de doenças graves e morte” para os não vacinados.

Luiz Custodio
The Exposé

Na realidade, esta é uma pandemia dos vacinados.

O excesso de mortes no Japão aumentou em 400% desde que a terceira dose da “reforço” da Pfizer foi lançada no ano passado, de acordo com novos dados. 

“O excesso de mortes foi aproximadamente quatro vezes maior do que nos anos de 2017, 2018, 2019 e 2021”, afirma um relatório do The Exposé.


As estatísticas abalaram o estabelecimento no Japão. Investigações oficiais estão sendo iniciadas e ações judiciais estão sendo preparadas.

“Hoje, entramos com uma ação contra o governo japonês para cancelar a ação administrativa”, anunciou o Dr. Masanori Fukushima durante entrevista coletiva. Como o Ministério da Saúde do Japão se recusa a reconhecer o nexo causal entre vacinas e mortes, o professor Fukushima e uma equipe de pesquisadores disseram que “não tiveram escolha a não ser ousar tomar medidas legais”.

Masanori Fukushima é especialista em doenças infecciosas e professor emérito da Universidade de Kyoto, com mais de 25 anos de experiência em oncologia. Ele tem martelado nas brechas na narrativa da vacina e condenou publicamente o Ministério da Saúde do Japão no final do ano passado.

Eu verifiquei com um tradutor de japonês a precisão do seguinte texto da tradução do vídeo e ele avaliou como “realmente muito bom”.

“Hoje, é uma questão de fundamental importância para o governo japonês coletar e divulgar continuamente dados precisos”, expressou o professor Fukushima. “No entanto, testemunhei o recente escândalo de fraude cometido pelo Ministério da Saúde.”

“Percebi que este é um problema historicamente sério que ameaça a própria existência da nação do Japão”, enfatizou. “Como médico e cientista, não tive escolha a não ser ousar entrar com uma ação legal.”

O Dr. Fukushima continua, explicando a importância de divulgar honestamente os dados de saúde pública.

“Desnecessário dizer que é absolutamente importante divulgar dados do mundo real sobre a eficácia e segurança da vacinação contra o vírus COVID-19. Isso ocorre porque esses dados estão diretamente ligados aos cuidados de saúde, meios de subsistência e economia das pessoas. Portanto, acredito que o governo japonês, ou seja, o Ministério da Saúde, deve divulgar os dados adequadamente ao público.”

O professor Masanori Fukushima então analisa alguns dados surpreendentes. “Dê uma olhada nos dados das faixas etárias de 65 a 69 e 70 a 79 anos”, implorou. “Surpreendentemente, o número de novas infecções ou casos positivos por 100.000 pessoas é quatro vezes maior para pessoas que foram vacinadas duas vezes , em comparação com pessoas não vacinadas.”

“Além disso, observe os dados fornecidos pelo Conselho Consultivo em setembro de 2021”, convidou. “A taxa de mortalidade das pessoas não vacinadas e as taxas de mortalidade das pessoas vacinadas com uma e duas doses foram descritas adequadamente. De acordo com a descrição em vermelho, a vacinação de fato reduziu a taxa de mortalidade para pessoas com mais de 65 anos. No entanto, para todas as idades, a vacinação tem demonstrado efeito contrário, causando maiores taxas de letalidade . Este é um fenômeno paradoxal”, afirmou.

“Assim, afinal, os dados sobre as taxas de letalidade já haviam sido publicados em documentos oficiais. No entanto, nos dados do ano passado, o Ministério da Saúde apagou todas essas informações ”, detestou o Dr. Fukushima.

“Na verdade, a vacinação tem sido recomendada com base na explicação de que a vacinação não previne a infecção, mas a vacinação previne doenças graves e reduz a taxa de mortalidade”. No entanto, o Dr. Fukushima rebateu, “com base nos dados publicados pelo Conselho Consultivo em setembro de 2021, a base para recomendar a vacinação para todas as idades não deveria mais existir . Apesar disso, o Ministério da Saúde avançou com a vacinação.”

E como tal, o professor Fukushima considera a situação como “uma grave crise nacional”. “É por isso que decidi abrir um processo contra o governo neste momento.”
 

Por favor, compratilhe e inscreva-se no canal para que possamos continuar divulgando as novidades que o mainstream não ousa tocar. Sinta-se à vontade para se juntar também ao chat do Tribuna Nacional para discurssão desse e de outros temas
 

E mais...

Mark Wahlberg quer criar 'Hollywood 2.0': "livre de pedofilia e satanismo"

WEF proíbe a concepção natural: todos os bebês devem ser criados em laboratório até 2030

Considere apoiar o Tribuna Nacional - Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 

Estamos no Clouthub

Jornal Tribuna Nacional Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.