09/09/2020 às 11h16min - Atualizada em 09/09/2020 às 11h16min

Advogada de Witzel é alvo da Lava Jato

Vinicius Mariano
Agentes da Polícia Federal, do Ministério Público Federal (MPF) e da Receita Federal cumpriram, na manhã desta quarta-feira (9), na operação E$squema S, desdobramento da Lava Jato, mandados de busca e apreensão no escritório de advocacia de Ana Tereza Basílio, no centro do Rio de Janeiro, expedidos pelo juiz Marcelo Bretas. Basílio foi juíza do Tribunal Regional Eleitoral do Rio e no momento é advogada do governador Wilson Witzel no processo de Impeachment. O escritório dos advogados do ex-presidente Lula também foi alvo da PF nesta manhã, conforme noticiou o Tribuna Nacional mais cedo.

A residência da advogada, na Zona Sul, também foi alvos dos mandados. Para o MPF, Ana Basílio participou e intermediou contratos que somados ultrapassam R$ 14 milhões e são objetos de investigação por supostas fraudes pela falta da realização de serviços contratados pelo Senac e Sesc.

O esquema foi delatado pelo ex-presidente da Fecomércio-RJ, Orlando Diniz, acusado de fazer parte do "núcleo duro" da organização que contou com participação do ex-governador Sérgio Cabral e de sua esposa, Adriana Ancelmo, que também é alvo da operação, no desvio de R$ 151 milhões, segundo a denúncia do MPF.

Em nota, a defesa de Sérgio Cabral diz que o cliente é colaborador, que prestou esclarecimentos e entregou provas à Justiça.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »