03/02/2023 às 19h10min - Atualizada em 03/02/2023 às 19h10min

Estudo: pessoas feias são mais propensas a continuar usando máscaras

Pessoas pouco atraentes são mais propensas a continuar usando máscaras, apesar do fato de que os mandatos das máscaras acabaram, descobriu um novo estudo.

Luiz Custodio
Dailywire.com
As descobertas foram publicadas em um relatório ridicularizado a partir de três estudos conduzidos pelo Departamento de Psicologia e Centro de Estudos da Felicidade da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul.
 

Os dois primeiros estudos descobriram que as pessoas que se achavam bonitas eram menos propensas a usar máscara; eles eram menos propensos a acreditar que o uso de máscaras os fazia parecer melhores. Relatório confirma: George Soros financia império global de 'verificação de fatos'

Relatório do Dailywire.com:

“Pesquisas mostram que indivíduos que se percebem como mais (vs. menos) atraentes possuem mais atributos socialmente desejáveis... têm maior auto-estima... e gozam de melhor saúde física e mental”, afirmou o estudo.

O estudo afirma que “como pistas essenciais que sinalizam (des) atratividade (por exemplo, simetria facial) … podem ser censuradas com uma máscara, o uso de máscara pode influenciar criticamente como a atratividade de alguém é percebida. … indivíduos relativamente pouco atraentes são considerados mais atraentes com máscaras … descobertas anteriores sugerem que o uso de máscaras aumenta a atratividade percebida entre indivíduos pouco atraentes, enquanto o oposto é verdadeiro para indivíduos atraentes.” 

O estudo aponta que na Coreia do Sul, o termo “ma-gi-kkun” foi cunhado para se referir a pessoas que usavam máscara intencionalmente para dar uma impressão mais favorável; o estudo cita o termo americano “mask-fisher” para significar a mesma coisa.

“Esperamos que os indivíduos que se percebem como atraentes (pouco atraentes) tenham menos (mais) probabilidade de endossar a crença de que usar uma máscara  aumenta  sua atratividade percebida”, afirma o estudo, concluindo: “Nossos resultados demonstraram consistentemente que a autopercepção de pouco atraente os indivíduos estavam mais dispostos a usar uma máscara, pois acreditavam que isso beneficiaria sua atratividade”.

O Daily Mail  informou  que as pessoas examinadas no estudo eram americanos recrutados da Amazon Mechanical Turk e a idade média das pessoas no estudo era de 33 anos. Jornal dinamarquês pede desculpas à humanidade por 'falhar' em questionar narrativa oficial da Covid

De acordo com um relatório da Ipsos do início de dezembro, cerca de metade dos americanos entrevistados relataram usar máscaras “o tempo todo ou às vezes quando estão em um avião”. 39% dos entrevistados disseram que usavam máscaras o tempo todo ou às vezes quando estavam em transporte público ou carona; 33% disseram que usavam máscaras o tempo todo ou às vezes em supermercados. 85% dos entrevistados disseram que o vírus COVID-19 não desapareceria durante suas vidas.

 

Se você aprecia nossas reportagens investigativas e acredita que estamos prestando um serviço crítico, inscreva-se no canal compartilhe esta notícia para que possamos trabalhar juntos para espalhar esta mensagem por toda parte.

E
ntre também para a nossa comunidade do CLOUTHUB e ajude a espalhar a palavra por toda parte.

Não podemos fazer isso sem você!

E mais...

Proteínas de pico da vacina covid invadem “todos os órgãos principais” e aceleram o envelhecimento celular
10 ações em prática dos globalistas - WEF confirmando: Nossa Agenda é Criar uma “Nova Ordem Mundial”

Considere apoiar o Tribuna Nacional - Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 





Jornal Tribuna Nacional Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.