30/08/2020 às 21h18min - Atualizada em 30/08/2020 às 20h00min

Morte de Celso Daniel volta a ser assunto na internet

Presidente do PT já afirmou que "partido não se preocupa" com a solução do caso

Fernanda Salles - tribunanacional.com.br
Quem mandou matar Celso Daniel? 

A pergunta que está sem resposta há 6.810 dias voltou a circular neste domingo (30), principalmente no Twitter. A execução do ex-prefeito petista é um dos casos mais obscuros da política brasileira.

O ex-prefeito de Santo André foi brutalmente assassinado no dia 20 de janeiro de 2002, dois dias depois de ter sido sequestrado e torturado após sair de um restaurante no bairro dos Jardins, na capital paulista.

Após o assassinato, pelo menos sete testemunhas relacionadas ao crime foram mortas misteriosamente. Foram elas:

1) Antônio Palácio de Oliveira: garçom. Assassinado em fevereiro de 2003.

2) Paulo Henrique Brito: testemunha da morte do garçom. Assassinado em março de 2003.

3) Iran Moraes Rédua: reconheceu o corpo Daniel. Assassinado – dezembro de 2003.

4) Dionízio Severo: suposto elo entre quadrilha e Sombra. Assassinado – abril de 2002. 

5) Sérgio Orelha: amigo de Severo. Assassinado em 2002.

6) Otávio Mercier: investigador que ligou para Severo. Morto em julho de 2003.

7) Carlos Delmonte Printes: legista encontrado morto em 12 de outubro de 2005. 

"Lula foi o mandante do crime"

No dia 25 de Outubro de 2019, a Revista Veja publicou uma matéria que detalhou parte do depoimento do empresário Marcos Valério ao Ministério Público Federal. Na ocasião, Valério afirmou que quem mandou matar Celso Daniel foi o ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva, (PT).

Clique aqui para ver a matéria completa da Revista Veja.

Sobre a finalização do caso Celso Daniel, presidente do PT  afirmou que "partido não se preocupa com isso"


Em coletiva de imprensa realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em dezembro de 2019, questionei a presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, sobre o empenho do partido em solucionar o caso Celso Daniel e sobre a acusação de Marcos Valério a Lula. 

Fernanda Salles: Deputada, sobre o caso do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco, o PT junto com o PSOL tem tido bastante empenho em desvendar o caso e saber quem foram os mandantes do assassintato, Existe esse mesmo empenho do PT em desvendar o assassinato de Celso Daniel? Como o PT recebeu a delação de Marcos Valério com relação ao Lula ter sido o mandante do assassinato?

Gleisi Hoffmann: Aquela delação requentada? Aquela delação do Marcos Valério é requentada e já foi feita outras vezes e é reutilizada para fazer uma disputa política. Nós, inclusive, já fomos contundentes em uma nota do partido, o "presidente" Lula também, não reconhecemos aquilo como verdadeiro e nós temos plena consciência de que o caso Celso Daniel está sendo investigado, já foi investigado, está em processo e vai ter a sua finalização pela justiça. O partido não se preocupa com isso.

Na ocasião, após a resposta de Gleisi Hoffmann, fui intimidada por outros jornalistas que estavam na sala na tentativa de impedir novas perguntas incômodas aos entrevistados. 

Veja o vídeo da entrevista completo aqui.

Apensar da gravidade da acusação de Marcos Valério contra Lula, a imprensa brasileira não deu grande destaque ao caso.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »