29/08/2020 às 14h35min - Atualizada em 29/08/2020 às 14h35min

US Marshals encontram 39 crianças desaparecidas na Geórgia na 'Operation Not Forgotten'

Os nove suspeitos enfrentam um total de 26 acusações, incluindo violações de agressores sexuais.

FOX NEWS
FOX


 
Uma missão de duas semanas para resgatar crianças em extinção e desaparecidas na Geórgia levou à recuperação de 39 menores e à prisão de nove suspeitos, anunciou o US Marshals Service na quinta-feira.

“A mensagem para as crianças desaparecidas e suas famílias é que nunca pararemos de procurá-los”, disse Donald Washington, diretor do Marshals Service, em um comunicado .

A “Operação Não Esquecida” ou 'Operation Not Forgotten' em inglês,  resultou no resgate de 26 crianças desaparecidas e  a indicação do local onde encontran-se mais outras 13, de acordo com as autoridades.
 Os nove suspeitos enfrentam um total de 26 acusações, incluindo violações de agressores sexuais.

Os Marshals ajudaram as autoridades estaduais e locais, em vários casos separados durante a operação, e ajudam na resolução de casos separados de pessoas desaparecidas. 
As autoridades federais auxiliam periodicamente a polícia com recursos federais, e disseram que as crianças desaparecidas correm alto risco de tráfico sexual infantil, exploração e abuso - e algumas sofriam de problemas de saúde mental e médica.

A Lei de Justiça para Vítimas de Tráfico de 2015 deu ao Marshal autoridade mais ampla para ajudar os departamentos de polícia estaduais e locais a rastrear crianças desaparecidas, independentemente de fugitivos ou criminosos sexuais estarem envolvidos no caso, disseram as autoridades.

O GOVERNO DA GEÓRGIA ASSINA NOVA LEI PARA ELIMINAR TRAFICANTES DE SERES HUMANOS.

No ano passado, os Marshals ajudaram a recuperar quase 300 crianças desaparecidas, de acordo com as autoridades.
O tráfico humano, também conhecido como escravidão moderna, ocorre em todos os estados - vitimando principalmente crianças e mulheres.
 
“Quando rastreamos fugitivos, é uma boa sensação saber que estamos colocando o bandido atrás das grades”, disse Darby Kirby, chefe da Unidade de Crianças Desaparecidas. “Mas essa sensação de realização não é nada comparada a encontrar uma criança desaparecida.”



A “Operação Não Esquecida” envolveu meses de planejamento antes de começar, disseram as autoridades. Outras agências envolvidas incluem o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas, o Bureau of Investigation da Geórgia, o Gabinete do Procurador-Geral da Geórgia, os departamentos estaduais de Família e Serviços para Crianças e de Justiça Juvenil, o FBI e o Children's Healthcare de Atlanta.


Houve 417 casos de tráfico de pessoas na Geórgia no ano passado, de acordo com o National Human Trafficking Hotline .
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »