01/07/2022 às 19h58min - Atualizada em 01/07/2022 às 19h58min

Israel homenageia CEO da Pfizer com o “Prêmio Genesis” por excelentes serviços prestados à humanidade

O presidente israelense Isaac Herzog [DO PARTIDO TRABALHISTA CENTRO-ESQUERDA, A UNIÃO SIONISTA] Entregou o Prêmio Genesis ao Dr. Bourla em uma cerimônia na capital de Israel, Jerusalém, na quarta-feira.

Luiz Custodio
PRNewsire
O Prêmio Genesis anual de US $ 1 milhão, apelidado de “Nobel Judaico” pela revista TIME, homenageia indivíduos extraordinários por sua notável conquista profissional, contribuição à humanidade, compromisso com os valores judaicos, o povo judeu e o Estado de Israel.

PRNewsire relata: Além de homenagear o vasto impacto humanitário da liderança do Dr. Bourla, o prêmio também celebra seu orgulho em sua identidade e herança judaica e seu forte apoio ao Estado de Israel.

 

O presidente de Israel Isaac Herzog disse: “Albert Bourla não foi dissuadido por altas apostas, por opositores, por conspiração ou por política. Ele acreditava na vacina e investiu cada grama de si mesmo para realizar o que parecia na época uma fantasia absurda. A vacina foi desenvolvida em velocidade recorde, utilizando a tecnologia de amanhã para conter com sucesso uma pandemia devastadora. Um estudo publicado pelo The Lancet há apenas alguns dias aponta para quase 20 milhões de vidas salvas pelas vacinas COVID. De fato, a vacina nos deu a liberdade que pensávamos ter perdido. Albert, parabenizo você e seus colegas e colegas, que estão causando um impacto tão crítico na humanidade, ao mesmo tempo em que abraçam sua herança e valores judaicos e inspiram o orgulho judaico”. O fundador e presidente da The Genesis Prize Foundation, Stan Polovets, acrescentou: “Salvar uma vida humana é um valor judaico fundamental. Hoje homenageamos o Dr. Bourla – uma encarnação viva deste antigo princípio judaico. Também celebramos a imensa contribuição de médicos judeus que estiveram na linha de frente da pandemia de COVID por dois anos e que continuam salvando vidas de pessoas que sofrem na Ucrânia hoje”.

A cerimônia foi aberta com uma comovente homenagem ao povo da Ucrânia e agradecimento às muitas organizações judaicas israelenses e internacionais que estão fornecendo ajuda humanitária. A Genesis Prize Foundation estreou um vídeo “Jews in Medicine”, explorando as raízes e o impacto dos judeus no campo médico desde os tempos bíblicos até a luta moderna contra a pandemia de COVID ( LINK PARA O VÍDEO).

O ganhador do Prêmio Genesis 2022, Dr. Albert Bourla, disse: “Estou honrado e profundamente honrado por receber o Prêmio Genesis. Honrado porque nunca quis ser famoso, e nunca imaginei que um dia estaria aqui com os ilustres indicados e premiados anteriores - artistas, filantropos e estadistas e estadistas que mostram ao mundo o melhor que o povo judeu tem para oferta. E humilhado porque este não é o meu prêmio - pertence a todos os colegas da Pfizer que trabalharam incansavelmente no meio de uma pandemia global para tornar o 'impossível possível' e dar ao mundo a chance de voltar à normalidade. Toda vida é preciosa e devemos enfrentar nossos desafios com coragem, humildade e perseverança. Meus colegas da Pfizer viveram esses valores e tenho orgulho de estar aqui em Israel para celebrá-los e sua conquista extraordinária.”

Seguindo a tradição estabelecida pelo primeiro ganhador do Prêmio Genesis Michael Bloomberg, o Dr. Bourla anunciou que renunciará ao prêmio de US$ 1 milhão e pediu à Fundação que doe os fundos para estabelecer o Museu do Holocausto da Grécia a ser construído em Thessaloniki.

Na mesma semana em que Bourla estava sendo homenageado, o mundo perdeu o Dr. Vladimir “Zev” Zelenko, um médico, cientista e ativista pelos direitos médicos que não apenas tocou, mas salvou a vida de milhões de pessoas. Ele ganhou destaque durante a pandemia, alertando-nos sobre os perigos dos jabs covid, falando contra a Big Pharma e promovendo tratamentos alternativos.

 


Revista Science admite que “vacinas” covid são inúteis e prejudiciais
Investigadores descobrem que a destruição da cadeia alimentar é 'trabalho interno' da 'Nova Ordem Mundial'
Os 7 principais “eventos adversos” pós-vacinação COVID-19 MAIS ASSUSTADORES que estão se tornando mais comuns

Não leia isso se estiver vacinado
Revista Science admite que “vacinas” covid são inúteis e prejudiciais
Angelina Jolie admite ter 'rituais de sangue horríveis dos Illuminati'

CONFIRMADO: A vacina COVID da Pfizer reduz a contagem de esperma em homens, outro efeito adverso da tirania forçada da vacina
Vídeo microscópico de bioestruturas projetadas removidas de vasos sanguíneos

 


Considere apoiar o Tribuna Nacional

Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 

GETTR


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.