22/05/2022 às 09h37min - Atualizada em 22/05/2022 às 09h37min

Arqueólogos encontram um enorme mundo subterrâneo pertencente a uma civilização há muito perdida no Peru

Pesquisadores no Peru descobriram um mundo subterrâneo complexo pertencente à antiga cultura Chavín que foi identificada como câmaras funerárias que datam de milhares de anos.

Cristina Barroso
(Reprodução)
Pesquisadores e especialistas descobriram recentemente no Peru, uma complexa estrutura subterrânea, que pertence à perdida Cultura Chavin , localizada em Chavin de Huantar, que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1985, onde cerca de 35 passagens subterrâneas interligadas, segundo o Ministério da Cultura do Peru.

Os arqueólogos e especialistas fizeram essa descoberta com a ajuda de um grupo de pequenos robôs, que foram projetados por engenheiros da Universidade de Stanford, que possuem microcâmeras embutidas para realizar a exploração e entrar nas pequenas áreas do labirinto.
A cultura se desenvolveu no planalto andino setentrional de 1300 a 550 aC Os Chavín estenderam sua influência a outras civilizações ao longo da costa. 

Que importância tem esta antiga civilização nos avanços da sociedade peruana?

A antiga civilização Chavin desenvolveu conhecimentos avançados não apenas em metalurgia, mas também em soldagem e controle de temperatura.
O antigo Chavin usou as primeiras técnicas para desenvolver trabalhos de ouro refinados.
Nesta imagem você pode ver as novas galerias subterrâneas que foram encontradas para conter os primeiros enterros humanos do período Chavín. 
 
Os pesquisadores descobriram galerias, cerâmicas e até um local onde essa civilização realizou enterros, localizados abaixo da superfície.
Dizem que é a descoberta arqueológica mais importante feita nos últimos 50 anos.

Desde junho de 2018, uma equipe de arqueólogos desenterrou três novas galerias em uma área adjacente à praça circular de Chavín. No local, eles encontraram peças notáveis ​​de cerâmica, utensílios e sepulturas humanas intactas.
 
Segundo o antropólogo e arqueólogo americano John Rick, responsável pelo Programa de Pesquisa e Conservação Arqueológica de Chavín, as três galerias descobertas são do período tardio dessa civilização que se desenvolveu entre 1.300 e 550 aC.
O Ministério da Cultura estima que apenas 15% da área foi explorada até o momento. 
“ O que essas galerias mostram é que Chavín tem um mundo subterrâneo muito maior do que pensamos”, disse Rick.
 
Dentro de uma dessas galerias subterrâneas, os arqueólogos descobriram artefatos que pertenciam à cultura posterior de Huaraz.
Estas sucessivas ocupações, encontradas em diferentes níveis do complexo arqueológico, demonstram a importância cultural e religiosa que Chavin teve no planalto central durante séculos.
Os especialistas do projeto usaram pequenos robôs com micro câmeras embutidas para realizar as varreduras.
 
Essas máquinas, projetadas por engenheiros da Universidade de Stanford, entraram em áreas muito pequenas e descobriram cavidades nos labirintos de Chavin, onde a cerâmica era mantida.
Chavin de Huantar foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO em 1985. Até agora, 35 passagens subterrâneas interconectadas foram encontradas no local, disse o Ministério da Cultura do Peru.
Civilização antiga descoberta no Peru
Desenvolvida no altiplano andino do Peru, entre 1300 e 550 aC, foi uma civilização que estendeu sua influência a outros povos ao longo da costa.
Os achados desses especialistas sugerem que essas sucessivas ocupações, que foram descobertas em vários níveis do complexo arqueológico, demonstram o grande impacto que a cultura e a religião do Chacin tiveram no planalto central por muitos séculos.

O que a descoberta nos mostra?

Conforme relatado por John Rick, antropólogo e arqueólogo responsável pelo Programa de Pesquisa e Conservação Arqueológica de Chacin, as 3 galerias encontradas derivam do período tardio desta civilização, que encontrou seu desenvolvimento entre 1.300 e 550 aC.
cultura Chavín
Graças ao uso de pequenos robôs com microcâmeras, os pesquisadores conseguiram localizar extensas galerias, cerâmicas e até encontraram locais onde essa antiga sociedade realizou inúmeros enterros, localizados abaixo da superfície. Presume-se que seja o achado arqueológico mais importante em 50 anos.

Aproximadamente desde junho de 2018, a equipe de arqueólogos e especialistas preparados para esta tarefa conseguiu desenterrar o que seriam 3 novas galerias adjacentes à praça circular de Chacin, peças cerâmicas, utensílios e o que se acredita serem restos humanos, tudo em perfeito estado doença.

CRÉDITOS DO VÍDEO: Mistérios não resolvidos
O que você pensa sobre essas civilizações antigas? Conte-nos nos comentários o que você pensa sobre isso. 
FONTE

Céus e rios ficam vermelhos ao redor do mundo conforme a profecia bíblica do fim dos tempos se cumpriu

Canadá de Trudeau começará a pagar pessoas pobres para serem sacrificadas

ATENÇÃO! Pessoas Vacinadas Emitindo Endereços MAC; O que está causando esse fenômeno?
 
Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 







ESTAMOS NO GETTR



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.