04/04/2022 às 11h37min - Atualizada em 04/04/2022 às 11h37min

Uma “galeria gigante” encontrada dentro de uma montanha pode mudar nosso destino

No verão de 2003, em uma área inexplorada das Montanhas Bucegi, uma seção do Serviço de Inteligência Romeno, SRI, fez uma descoberta muito significativa, que poderia mudar completamente o destino da humanidade.

Cristina Barroso
Universo Alien
(Reprodução)
A Montanha Bucegi
A pressão monumental que os Estados Unidos exerceram sobre o governo romeno para que essa descoberta não fosse divulgada ao mundo, levou a um acordo temporário entre os dois países e a uma colaboração científica e militar incomum.

Caesar Brad, o especialista que dedicou anos de pesquisa a fenômenos estranhos, diretor das operações estratégicas mais importantes do estado romeno, é o herói dos incríveis eventos ocorridos nas montanhas Bucegi, e também de dois encontros memoráveis ​​​​com um alto membro do grupo Bildeberg.


Um membro do grupo Bilderberg na Romênia

Em maio de 2003, uma pessoa importante visitou César para um assunto muito especial. O pedido para a reunião veio através do SRI, o Serviço de Inteligência Romeno, como resultado da intervenção do governo romeno. O personagem era estrangeiro, mas falava muito bem romeno e conhecia muito bem a Romênia.

O SRI só sabia que ele era membro de uma loja maçônica muito importante na Itália, que tem alta nobreza e forte influência financeira na Romênia.
Sua influência política também foi muito alta, pois conseguiu penetrar no muro de proteção dos agentes do SRI e chegar ao Departamento Zero.

César sentiu uma forte pressão e peso em torno dessa pessoa. Ela estava cercada por uma nuvem de radiação densa e desagradável que escondia suas verdadeiras intenções. Para este encontro, César preparou-se cuidadosamente: isolou-se numa sala e caiu num estado de profunda meditação, o que lhe permitiria aprender mais sobre aquela pessoa.

Um helicóptero trouxe este homem alto e arrogante, vestido com um terno preto. Ele carregava uma bengala com cabo de marfim e incrustações de ouro. Sua expressão era dura e seus olhos verdes irradiavam uma frieza incomum, que produzia um efeito estranho.

Ele se apresentou como Sr. Massini. Ele era muito seguro de si e dava a impressão de estar acostumado a dar ordens. Ele chefiou uma das organizações mais influentes do mundo: o Grupo Bildeberg.
Ele também era líder da mais importante loja maçônica da Europa.
Massini explicou que o grupo Bilderberg não é apenas uma loja maçônica, que significa mais do que isso. Elas são apenas fachadas e o poder real ( que controla e manipula os maçons) é muito maior que 33º nível hierárquico.

Massini foi direto ao assunto, dizendo que as pessoas eram de dois tipos: aquelas que podem ser manipuladas e dirigidas (a maioria) e outras, que possuem certas virtudes e uma personalidade forte.
Ele afirmou que seu grupo fazia parte da ordem maçônica mais importante de todas, e que estava muito interessado no resultado do encontro entre os dois. César respondeu que conhecia alguns aspectos da Maçonaria.

O Sr. Massini continuou dizendo que o grupo Bildeberg não era realmente uma loja, mas muito mais. Ele disse que as lojas eram meras fachadas e que o poder real estava no topo de uma hierarquia de 33 níveis.

Massini convidou César para se juntar ao grupo, fazendo-o entender que isso lhe traria grandes vantagens. Massini exibia grande poder e força psíquica incomum para sua idade. Infelizmente para ele, seu poder estava centrado em grande arrogância, um enorme ego e um sentimento de superioridade em relação aos outros.

Massini disse que havia solicitado a reunião, por causa do poder e das relações de César, que o grupo apreciava seus poderes.
O Pentágono usa satélites para espionar.Um satélite do Pentágono para espionagem geodésica, baseado em tecnologia biônica, descobriu um buraco em uma área específica das montanhas Bucagi em 2002.

Este vazio no interior da montanha não podia ser identificado de fora: começava diretamente no interior da montanha, a uma certa distância da encosta, e tinha a forma de um túnel bem feito, com um percurso perfeitamente demarcado.

A varredura por satélite da montanha mostrou duas grandes barreiras de energia, duas estruturas de separação, formadas de energia artificial: a primeira era como uma parede que bloqueava o acesso ao túnel; o segundo era enorme, como uma cúpula ou hemisfério no fim do túnel, perto do centro da montanha.

Massimi percebeu que havia algo extremamente importante aqui e que estava muito bem protegido. Todo o túnel e a abóbada localizavam-se no mesmo plano, paralelo ao solo, e a estrutura de separação era vertical e hemisférica, seguindo a forma da rocha no topo das montanhas, denominada “Babele”.

De fato, a inclinação da estrutura vertical terminava cerca de 40 metros entre a rocha Babele e a rocha Esfinge das Montanhas Bucagi (Sfinxul din Bucegi).
Uma estrutura semelhante no IraqueA equipe do Pentágono viu que a barreira de energia hemisférica tinha a mesma frequência vibracional e forma que outra estrutura subterrânea ultra-secreta que haviam descoberto anteriormente perto de Bagdá, no Iraque.

Pouco depois dessa descoberta, estourou a guerra no Iraque e alguns meses depois os americanos tiveram acesso ao maior segredo da região, sobre o qual os iraquianos nada sabiam.

Massimi disse que o que foi encontrado lá tem a ver com o passado misterioso da Terra e com a história da organização a que ele pertencia. 
Quando a investigação do Pentágono notou  a semelhança da estrutura subterrânea perto de Bagdá  e a de Bucegi, Massini e a loja maçônica à qual ele pertencia ficaram subitamente cheios de ansiedade.

Massimi forneceu o plano adequado para chegar ao túnel, exatamente como os especialistas do Pentágono haviam calculado. A entrada era possível a cerca de 60 a 70 metros da primeira barreira de energia na encosta da montanha.
Massini prometeu tecnologia militar ultra-sofisticada dos EUA para romper a primeira barreira de energia. 
Era uma máquina muito poderosa que perfurava rochas em alta velocidade com um forte jato de plasma e um campo magnético rotativo. Massimi exigiu discrição absoluta sobre o assunto.


As descobertas de 2003, nos Montes Bucegi.

A princípio, a furadeira mostrou um estranho desvio do campo magnético, mas depois corrigiu sua trajetória. A entrada parecia uma estação de metrô, com paredes polidas, e levava ao enigmático túnel descoberto pelo satélite.
No final do túnel havia uma enorme porta de pedra que deslizava para a esquerda. Antes de acessar a porta, no entanto, uma grande barreira de energia teve que ser atravessada.

Três pessoas da primeira equipe de intervenção especial estavam muito perto da barreira invisível, tocaram-na descuidadamente e morreram de parada cardíaca instantaneamente.
Qualquer objeto (pedra, plástico, metal ou madeira) que o tocasse imediatamente se transformava em pó fino. Dois generais do Pentágono e o conselheiro da presidência dos Estados Unidos também compareceram ao local.

Batendo no triângulo do centro da pedra quadrada e polida, César colocou em movimento a grande porta de pedra que deslizou silenciosamente na parede. Este único gesto desligou a barreira de energia e abriu a porta de pedra.

Agora você pode ver a galeria em toda a sua glória. Embora não houvesse fonte de luz, a Grande Galeria estava iluminada. Depois de desengatar a barreira de energia, no entanto, o grande escudo hemisférico no lado oposto da câmara de repente elevou sua vibração e começou a emitir radiação mais alta.

Olhando atentamente para a parede dentro da Grande Galeria, viu-se que, embora parecesse sintética, algo orgânico também fazia parte dela. Era da cor do óleo, mas seus reflexos eram verdes e até azuis.
O material da parede era um pouco áspero ao toque e não podia ser arranhado ou dobrado, resistindo a qualquer tentativa de quebrar, perfurar ou cortar. As chamas do fogo se auto-absorvem de uma maneira estranha. Na verdade, o fogo não começaria neste material.

Os americanos reconheceram que o material era uma mistura de matéria orgânica e inorgânica. 
A cerca de 85 metros, a galeria subitamente virou para a direita em um ângulo agudo. Ao longe havia uma luz azul, brilhando como uma estrela. Essa luz azul era apenas o reflexo do escudo protetor de energia.

No subterrâneo iraquiano

O conselheiro de segurança nacional dos EUA foi notificado de que o escudo de energia do Iraque (Bagdá) foi ativado de repente e estava vibrando em alta frequência.
Na frente do escudo apareceu um holograma da Terra, desenhando progressivamente o continente europeu, depois indo para sudeste, para as montanhas Bucegi na Romênia, e finalmente mostrando a localização da galeria. Era óbvio que os dois escudos de energia hemisféricos estavam diretamente conectados.

Infelizmente, a presidência dos Estados Unidos foi avisada do que estava acontecendo e entrou em contato com a diplomacia romena por meio do serviço de inteligência. Em apenas 20 minutos, toda a operação foi exposta.

O plano do Sr. Massini foi desperdiçado. Inicialmente, eles queriam estar no controle da operação, mas os políticos romenos, que tinham o direito de saber, ficaram assustados e não souberam como enfrentar os acontecimentos.

A tensão diplomática aumentava, e mais ainda, quando Washington exigia comunicar-se urgentemente com os generais do Pentágono que estavam no local da operação.
Reunião urgente do Conselho Supremo de Defesa (CSAT)A reunião urgente do Conselho Supremo de Defesa (CSAT) gerou uma onda de apoio ao Departamento Zero. A maioria dos presentes na reunião ficou chocada com a notícia que acabara de receber.

O CSAT decidiu continuar a investigação e investigar tudo o que foi encontrado na Grande Galeria, mas sob a supervisão do Departamento Zero.
De Bucareste chegaram muitas ordens contraditórias, algumas muito contundentes, outras mais evasivas, mas todas revelando a grande tensão subjacente. Os membros do CSAT estavam em reuniões permanentes, em contato com aqueles que estavam nas Montanhas Bucegi.

Depois de discutir o assunto de todos os ângulos possíveis, eles decidiram ir a público com a descoberta. O Estado da Romênia ia fazer uma declaração formal para o mundo inteiro, mas alguns membros do CSAT se opuseram veementemente a isso.
A declaração oficial da Romênia.Quando a diplomacia americana foi informada de que a Romênia iria dar a notícia das descobertas à mídia, o caos se seguiu.

A Casa Branca entrou em contato com o presidente por telefone e em poucas horas os Estados Unidos bloquearam todas as transações financeiras com a Romênia e o acesso a todas as instituições financeiras.
A Romênia chegou perto de declarar um “estado de emergência” nas montanhas Bucegi e na capital.


As reuniões entre os representantes dos Estados Unidos, que chegaram a Bucareste, e o Departamento de Emergência da Romênia, ocorreram sem a presença de um intérprete. As conversas foram muito violentas, todos estavam gritando e os americanos ameaçaram várias vezes retaliar contra a Romênia.

O resto dos países do mundo não sabia nada sobre o que estava acontecendo, e os americanos sabiam muito bem que alguns países muito poderosos seriam a favor da Romênia e apoiariam a publicação imediata das descobertas.
A declaração oficial teria mostrado ao mundo a descoberta das Montanhas Bucegi, com fotos e todas as informações necessárias. Foi pensado para convidar os principais cientistas e pesquisadores.

O mais importante de tudo é que a verdadeira origem da humanidade e a verdade sobre a História, quase absolutamente falsa, teria sido revelada.
Os americanos reagiram muito mal, porque esta declaração em poucos segundos acabaria com a influência e o poder internacional que eles exerciam, e teria mergulhado a população norte-americana no caos.

Esta foi a razão mais importante que eles deram, a de não causar pânico. Esqueceram-se, porém, de ver que esse estado de angústia e possível desordem social nada mais era do que o resultado automático de centenas de anos de engano e manipulação deliberada pela Maçonaria.
O Papa também interveio, pedindo moderação antes que a humanidade desse esse grande passo fundamental.
O Papa prometeu oferecer alguns documentos de grande importância para o estado da Romênia, provenientes do antigo arquivo papal, que demonstravam a importância da descoberta das montanhas Bucegi.

Após 24 horas de negociações, a Romênia e os Estados Unidos chegaram a um acordo e decidiram cooperar em condições precisas. A Romênia teve que adiar a declaração e gradualmente apresentar os fatos ao mundo.

A sala de projeção

A Grande Galeria terminou abruptamente em uma grande câmara de 30 metros de altura e 100 metros de comprimento. A sala era menor que a entrada da montanha e estava protegida pelo escudo de energia.
À medida que se avançava em direção ao escudo, uma parte dele desaparecia como uma porta, permitindo o acesso à sala. O escudo protegia a sala de qualquer tipo de influência externa. Uma vez dentro, o escudo se comprimiu e apareceu como uma parede de ouro branco.

Na parte de trás, o escudo não chegava ao chão, como na frente, porque havia um muro de pedra. A parede tinha entre 10 e 12 metros de altura e dali emergiam três enormes túneis:
Um frontal e os outros simetricamente em ambos os lados, iluminados por uma luz difusa com tonalidade esverdeada. O acesso a esses túneis era estritamente proibido pelo protocolo secreto assinado pela Romênia e pelos Estados Unidos.

Mesas para gigantes

No hall de entrada, foram colocadas ao longo de ambas as paredes, à direita e à esquerda, seguindo a curvatura interna, enormes mesas de pedra. Nenhuma das mesas tinha altura inferior a dois metros.
Em cima deles foram esculpidos em relevo, com precisão, diferentes sinais de uma escrita desconhecida, cujos caracteres eram semelhantes à antiga escrita cuneiforme.

A escrita incorporava símbolos mais gerais, como triângulos e círculos, e embora não fossem pintados, destacavam-se visualmente com um brilho fluorescente de cores que era diferente em cada mesa.
Havia cinco mesas em cada lado da sala. Em cima de alguns deles havia objetos que pareciam ferramentas. Fios brancos translúcidos desciam de muitas das mesas até o chão, levando a caixas retangulares de material prateado brilhante.

As caixas foram colocadas diretamente no chão. Os cabos eram extremamente flexíveis e leves, e as luzes podiam ser vistas pulsando, circulando ao longo deles.
Ao se aproximar de uma das mesas, acionava-se uma projeção holográfica que mostrava aspectos de um determinado campo científico. As imagens tridimensionais eram perfeitas e muito grandes, com quase dois metros e meio de altura.
As projeções começaram sozinhas, mas eram interativas, pois dependiam de quem estava interagindo com as mesas, tocando sua superfície.

A descoberta das montanhas Bucegi: combinações genéticas.Do alto de uma plataforma, especialmente trazida, podia-se ver a superfície das mesas. Eles eram cobertos por uma película de material vítreo, que se dividia em uma série de grandes quadrados, unidos por linhas retas, formando uma espécie de grade.
Sobre uma mesa, a biologia aparecia como tema, e a imagem projetada era de plantas e animais, com espécimes completamente desconhecidos. Ao tocar em um dos quadrados, o holograma exibia a estrutura do corpo humano, com imagens holográficas rotativas de várias áreas do corpo.

Outros quadrados mostravam projeções de outros tipos de seres, em corpos celestes. Se dois quadrados diferentes fossem tocados simultaneamente, aparecia uma análise científica do DNA dos dois seres e as possibilidades de compatibilidade entre eles.
Nas linhas verticais laterais foram lidas as explicações (na mesma estranha escrita) e ao final, apareceu a forma mutante resultante da combinação mais provável dos dois códigos genéticos.

Os gigantes.

Os seres que construíram todo aquele edifício tinham que ser muito altos, caso contrário o grande tamanho de todos os objetos da Sala de Projeção não poderia ser explicado.
A confirmação da existência de gigantes na Romênia, pode ser encontrada em um jornal chamado “El Periódico”: a equipe do jornal foi acompanhada pelo pesquisador Vasile Rudan, segundo o qual, as “histórias” dos habitantes de Bozioru sobre os gigantes que viviam em essas terras têm provas autênticas: um cemitério com esqueletos de gigantes.

Foi descoberto por acaso 20 anos atrás, quando macieiras foram plantadas em uma cidade chamada Scaieni. Cavando em uma colina, os moradores descobriram enormes esqueletos, medindo cerca de 2,40 metros ou mais.

Dragoi Ilie, uma das pessoas que trabalhava no pomar de macieiras, nos levou ao local. A encosta íngreme onde as árvores foram plantadas estava inundada de lama. 
À chegada, o Sr. Ilie mostrou-lhes o pomar: ‘tudo está cheio de sepulturas de gigantes’, disse ele ‘estávamos a cavar buracos para as mudas, quando nos deparamos com uma cabeça humana do tamanho de uma cabaça.
Nenhum de nós tinha visto nada parecido. 
Nós ficamos maravilhados. 
Continuamos a cavar e encontramos os ossos de alguns pés, grandes como o tronco das vinhas. 
O morto tinha que ser muito grande.

De cada lado da sala havia cinco mesas enormes e em cada uma delas havia telas sobre diferentes temas, desde física, cosmologia, astronomia, arquitetura, tecnologia, as diferentes raças de seres inteligentes - que aparentemente não eram todos humanos - já religião.
Dava a impressão de ser a enorme biblioteca do universo. 
No meio da sala havia um pódio instalado em um aparelho, que poderia ser um amplificador da energia do pensamento.

O painel romenoAbaixo havia um painel com uma série de símbolos geométricos em cores diferentes. O painel tinha duas alavancas que podiam ser acionadas para dar uma ordem. No centro havia um botão vermelho que se destacava dos demais.
A função do botão era exibir em uma explicação holográfica uma imagem da Terra de uma altura de 25 km, com os Cárpatos.

Grandes quantidades de água fluíram para as planícies e planícies até que tudo foi completamente inundado. Do território da atual Romênia e partes da Hungria e Ucrânia, rios gigantes surgiram de todas as direções indo para as montanhas e o planalto da Transilvânia.
A partir daí, a imagem focou ainda mais na Romênia, praticamente todo o território foi inundado e um mar se formou. Apenas cinco picos de montanhas se projetavam, como pequenas ilhotas.

Ao acionar as alavancas do painel, as águas recuaram de todo o território e se dirigiram para o mesmo ponto nas montanhas do Maciço Retezat Godeanu. Estávamos diante de um verdadeiro manual!
uma ânfora misteriosaAtrás do painel de controle havia um espaço de três metros por três, no qual foi colocada uma ânfora, cujo conteúdo foi provavelmente a descoberta mais importante de todas. Era isso que Massini queria para si e para a elite maçônica.

A ânfora foi preenchida com um pó branco fino. Os pesquisadores descobriram que a substância tinha uma estrutura cristalina desconhecida de ouro monoatômico, muito difícil de obter especialmente em sua fórmula de alta pureza.
Massimi estava ciente da existência da ânfora antes mesmo de entrar na sala. O ouro em pó em sua forma pura estimula grandemente certas vibrações e trocas de energia no nível celular e neuronal. Isso faz um processo acelerado de rejuvenescimento.

Teoricamente, um homem pode viver no mesmo corpo físico por alguns milhares de anos, desde que ocasionalmente consuma uma quantidade estipulada de pó de ouro monoatômico.
Isso explica muitos aspectos misteriosos da incrível longevidade de algumas figuras importantes e mostra as intenções ocultas da elite maçônica mundial.

A verdadeira história do planetaNo meio da praça havia uma grande abóbada que projeta um holograma, com os principais aspectos do passado mais distante da humanidade, desde a origem. Portanto, a teoria da evolução de Darwin é completamente falsa.
A verdadeira origem da humanidade foi incorporada em uma forma holográfica comprimida. Depois dessas lições sobre a verdade, podemos dizer que 90% da história oficial da humanidade é falsa, manipulada.

Embora possa parecer incrível, os eventos históricos que consideramos reais são em sua maioria mentiras, enquanto os mitos e lendas de diferentes culturas estão muito mais próximos da verdade.
Essa estranha inversão da realidade criou muitos conflitos e problemas entre as pessoas no passado. A maioria das teorias arqueológicas também são falsas.

Algumas “fantasias” de acadêmicos como a extinção dos dinossauros, bem como o fato de considerar os antigos continentes da Lemúria e da Atlântida como parte de um mito, são anulados, diante da projeção holográfica que mostra claramente como as coisas realmente aconteceram.

Toda vez que o holograma mantinha a imagem de um evento específico, o mapa celeste era projetado ao fundo, marcando a posição das principais estrelas e constelações naquele exato momento, o que permitia a datação exata dos eventos que estavam sendo mostrados.
Embora o período de tempo coberto pelas projeções tenha sido muito longo (centenas de milhares de anos), e o ciclo anterior da Terra seja de 25.920 anos, olhando para o número de “anos platônicos” (os ciclos de 25.920 anos), a data exata do eventos podem ser calculados.

Os três túneis misteriososOs túneis percorrem milhares de quilômetros em três áreas diferentes do planeta. O túnel da esquerda leva ao Egito, a um conjunto de prédios secretos ainda não descobertos, enterrados sob a areia do deserto.

O túnel da direita leva a uma estrutura semelhante, porém menor, no “Platô do Tibete”. Este túnel tem três ramais secundários, um que leva a uma área de Buzau (uma cidade romena) perto das montanhas dos Cárpatos, outro que leva à estrutura subterrânea no Iraque perto de Bagdá (que mencionamos anteriormente) e o último que leva para baixo o Planalto de Gobi, na Mongólia.
um mundo secreto.

O terceiro túnel, localizado no centro dos outros dois, contém um mundo secreto sobre o qual os Estados Unidos queriam garantia total.
Considerando a enorme influência política e relacional do Venerável Massini e dos maçons na estrutura política da Romênia e dos Estados Unidos, suspeitamos que eles gradualmente tentem assumir o controle, por meio de fatores externos relacionados aos nossos interesses em nível estadual.
No entanto, existem pessoas muito importantes nas esferas política e administrativa que estão cientes dos planos dos maçons e se opõem veementemente a eles, especialmente no caso da descoberta das montanhas Bucegi.

O túnel central, que leva ao centro do planeta, pode fornecer informações sobre a origem da estrutura interior da montanha e quem a construiu. Mais informações são esperadas em um futuro próximo, e estaremos aqui para reportá-las.


 

+ Michael Salla afirma que “arca espacial antiga” enterrada na Ucrânia foi escavada e ativada  

+  AS MISTERIOSAS CRIATURAS negadas pela ciência que habitam o MUSEU MERRELYN (VÍDEO)  

+  Arca espacial enterrada da Ucrânia em Kherson é ativada para que a Rússia assuma o controle

 
Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 


ESTAMOS NO GETTR      



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.