17/01/2022 às 10h01min - Atualizada em 17/01/2022 às 10h01min

Elites globalistas dobraram sua riqueza durante a pandemia de Covid

A mesma pandemia de covid que causou bloqueios, problemas na cadeia de suprimentos, turbulência econômica, fer e pobreza foi maravilhosa para os bilionários globalistas.

Luiz Custodio
breitbart.com
De acordo com um relatório divulgado na segunda-feira, os 10 homens mais ricos do mundo “tiveram uma pandemia terrível”, pois mais que dobraram sua riqueza para US$ 1,9 trilhão, a uma taxa de US$ 1,6 bilhão por dia, no ano passado.
 

Isso apenas mostra que as elites foram amplamente poupadas da miséria e da ruína financeira infligidas a tantas 'pessoas comuns' por intermináveis ​​bloqueios forçados.

Breitbart relata: Uma confederação de instituições de caridade que se concentra em aliviar a pobreza global, a Oxfam disse que membros das elites financeiras globalistas viram sua riqueza aumentar mais durante a pandemia do que nos 14 anos anteriores, quando a economia mundial estava sofrendo a pior recessão desde o Quebra de Wall Street de 1929.

VEJA TAMBÉM: REVELAÇÃO: Somente os “vacinados” morreram durante a gripe espanhola de 1918

Esses são alguns dos principais pontos do último relatório da Oxfam , Inequality Kills, que foi divulgado enquanto líderes empresariais globais se reúnem virtualmente esta semana para o Fórum Econômico Mundial (WEF) em Davos, na Suíça.

“Temos uma situação em que 10 homens detêm mais riqueza do que dois terços da humanidade”, disse Lyn Morgain, executivo-chefe da Oxfam Austrália, à agência de notícias australiana ABC.

“Não apenas isso, mas os 40% inferiores estão por um fio.”

O relatório destaca o que a instituição de caridade diz ser níveis “sem precedentes” de desigualdade global, à medida que o coronavírus aumenta a divisão entre “nós e eles”, os “que têm e os que não têm”.

Enquanto isso, nomes como o cofundador da Tesla, Elon Musk, Jeff Bezos, da Amazon, e Mark Zuckerberg, do Facebook, tiveram o maior crescimento ano a ano desde o início dos registros, delineou o relatório.

Em uma época em que um grupo desses homens estava usando suas riquezas para voar para o espaço sideral, disse a instituição de caridade, o Banco Mundial havia projetado que mais de 160 milhões de pessoas foram empurradas para a pobreza.

Ao todo, 20 novos “bilionários pandêmicos” também foram criados na Ásia graças à resposta internacional ao coronavírus, segundo a instituição de caridade.

A Forbes listou os 10 homens mais ricos do mundo como: Elon Musk, chefe da Tesla e da SpaceX, Jeff Bezos, da Amazon, Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, Mark Zuckerberg, do Facebook, Bill Gates e Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, Larry Ellison, ex-CEO da Oracle, Warren, investidor americano. Buffet e o chefe do grupo de luxo francês LVMH, Bernard Arnault.

 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 


ESTAMOS NO GETTR



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.