17/01/2022 às 09h53min - Atualizada em 17/01/2022 às 09h53min

Crianças não devem ter vacina covid, diz cientista de pesquisa do MIT

Um cientista pesquisador do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) alertou que os pais devem fazer tudo o que puderem para evitar dar a seus filhos as vacinas contra a covid.

Luiz Custodio
video.foxnews.com / Breitbart.com
Durante uma entrevista no ar com Laura Ingraham na Fox News na noite de quinta-feira, a Dra. Stephanie Seneff insistiu que o dano potencial supera em muito quaisquer benefícios.
 

Seneff disse: "Acho que é "ultrajante dar vacinas a jovens porque eles têm um risco muito, muito baixo de morrer de COVID"

Breitbart relata: Seneff, um cientista de pesquisa sênior do Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do MIT, disse que os possíveis benefícios para as crianças da vacina contra o coronavírus são mínimos e “quando você olha para o dano potencial dessas vacinas, simplesmente não faz nada. senso."
 

Especialmente com reforços repetidos, esse tratamento “será devastador a longo prazo”, acrescentou.

Os pais não devem ser pressionados a vacinar seus filhos, disse Seneff, e sim “devem fazer tudo o que puderem para evitá-lo, absolutamente tudo o que puderem”.

Em um artigo de 2021 em coautoria com o Dr. Greg Nigh, um oncologista naturopata, e publicado no International Journal of Vaccine Theory, Practice and Research , Seneff observou que o “movimento excepcionalmente rápido” dessas vacinas por meio de ensaios controlados e em a implantação em massa “levanta várias preocupações de segurança”.

Insuficientemente pesquisado, o artigo afirmou, é o “potencial relacionamento das vacinas com uma ampla gama de patologias induzidas agudas e de longo prazo, como distúrbios sanguíneos, doenças neurodegenerativas e doenças autoimunes”.

A produção acelerada e sem precedentes das vacinas significa que elas não têm “história e contexto para avaliar completamente os riscos, os benefícios esperados, a segurança e a viabilidade a longo prazo como uma contribuição positiva para a saúde pública”, afirmaram os autores no 42. artigo de página inteira intitulado “Pior que a doença? Revendo algumas possíveis consequências não intencionais das vacinas de mRNA contra o COVID-19.”

 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 


ESTAMOS NO GETTR



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.