30/07/2020 às 13h12min - Atualizada em 30/07/2020 às 13h12min

Impacto da pandemia afeta mais da metade das empresas

Dados são do IBGE

Kaio Lopes
Da Redação
FUNDAÇÃO LAURO CAMPOS (REPRODUÇÃO)
O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quinta-feira, (30), uma nova coleta de dados da pesquisa ''Pulso Empresa - Impacto da Covid nas empresas'', agora para ilustrar a situação da economia brasileira na segunda quinzena do mês passado. A cada dez empresas, seis foram afetadas (cerca de 62,4%). Ainda de acordo com as informações, 22,5% das empresas tiveram pouco prejuízo e apenas 15,1% delas um saldo positivo. 

No Brasil, durante o período avaliado, haviam cerca de 2,8 milhões de empresas registradas; as firmas consideradas pequenas (com até 49 empregados) representam, também, o grupo mais afetado (62,7%), enquanto que 46,3% daquelas tidas como média sofreram os efeitos. Em relação às grandes empresas, 50,5% foram impactadas.

Numa análise com recorte regional, a região mais atingida foi a Nordeste (72,1%), seguida, respectivamente, por Sudeste (65%) e Centro-Oeste (62,9%).

POR RAMOS:

As empresas ramificadas por ''SERVIÇOS'' foram as mais prejudicadas (65,5%) - especialmente aquelas de prestação de serviços à famílias (86,7%); o setor de COMÉRCIOS segue o ranking (64,1%), CONSTRUÇÃO CIVIL (53,6%) continua, e por último, não menos importante, a atividade industrial viu 48,7% das suas empresas impactadas negativamente.

Flávio Magheli, responsável por coordenar pesquisas conjunturais em empresas pelo Instituto, explica de que modo os setores terciários foram mais prejudicados que os demais: ''Os serviços prestados às famílias incluem bares, restaurantes e hóteis, atividades que dependem da circulação de pessoas, turismo e viagens. Era de se esperar que essas atividades fossem mais impactadas. Já o segmento de veículos, peças e motocicletas também foi afetado pelo funcional parcial dos Detrans (Departamentos de Trânsito) e das concessionárias, além da decisão de compra de um bem durável, que tem de ser bem pensada pelas famílias num momento de desemprego e incertezas''.




 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »