10/01/2022 às 10h48min - Atualizada em 10/01/2022 às 10h48min

O NORMAL SERIA: Acabar com a vacinação em massa e tratar Covid como a gripe, afirma o ex-chefe de vacinas do Reino Unido

O ex-chefe da força-tarefa de vacinação do governo do Reino Unido disse que covid deve ser tratado como a gripe e que o programa de vacinação em massa deve ser abandonado assim que a campanha de reforço terminar.

Luiz Custodio
msn.com / theguardian.com
O Dr. Clive Dix pediu uma grande reformulação da estratégia da Covid do Reino Unido e um retorno a uma “nova normalidade”.

 

Em vez de tentar impedir a disseminação do covid, ele acredita que o vírus deve ser controlado: “Agora precisamos controlar a doença, não a disseminação do vírus”

VEJA TAMBÉM: Os ´especialistas´ em saúde finalmente admitem que as máscaras tratam de controlar as pessoas

 

Relatórios do MSN : O ex-presidente da força-tarefa de vacinas do governo de dezembro de 2020 a abril de 2021 acrescentou que “parar a progressão para doenças graves em grupos vulneráveis ​​é o objetivo futuro”.

 

“Precisamos analisar se usamos a atual campanha de reforço para garantir que os vulneráveis ​​sejam protegidos, se isso for considerado necessário”, disse ele.

“A vacinação em massa com base na população no Reino Unido agora deve terminar.”


Ele pediu aos ministros que apoiassem urgentemente a pesquisa sobre a imunidade da Covid além dos anticorpos, pois isso poderia ajudar a criar vacinas para pessoas vulneráveis ​​específicas às variantes da Covid.


O Dr. Dix ajudou as empresas farmacêuticas a criar os jabs da Covid que ajudaram na proteção das pessoas vulneráveis ​​da Covid e, embora apoiasse a campanha de reforço, disse ao The Observer que uma nova estratégia era necessária.
 

“Devemos considerar quando paramos de testar e deixar os indivíduos se isolarem quando não estiverem bem e voltar ao trabalho quando se sentirem prontos, da mesma forma que fazemos em uma temporada ruim de gripe”, disse ele.


Seus comentários vêm na parte de trás do Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização (JCVI), que aconselha a política de vacinas do governo, dizendo que uma quarta injeção de Covid ainda não é necessária.

 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 


ESTAMOS NO GETTR



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.