06/01/2022 às 09h55min - Atualizada em 06/01/2022 às 09h55min

O CDC encurta o intervalo de reforço NOVAMENTE enquanto os cidadãos preocupados se perguntam o quão baixo eles irão

Tudo começou com "seja vacinado e você ficará imune".

Luiz Custodio
theblaze.com

Quando isso não funcionou, eles nos disseram que uma injeção de reforço resolveria o problema. Em seguida, eles mudaram rapidamente para doses de reforço anuais. Depois, duas vezes por ano. Hoje, estamos no “a cada cinco meses”, de acordo com as novas diretrizes do CDC.

 

É revelador que eles estão rastejando ao invés de cortá-lo ao meio, como fizeram antes. Passar de seis para cinco meses é, segundo eles, apenas uma mudança incremental.

Então, novamente, é uma mudança suficiente para que mais pessoas façam perguntas.


VEJA TABÉMGREAT RESET: A Grande Restauração é na verdade uma Grande Purificação contra a Humanidade


Alguns dos críticos de longa data da política de vacinas, como Daniel Horowitz do The Blaze, acham que vão reduzi-la para trimestral ou mais rápido.

Estou menos otimista.

Uma coisa é certa: nada disso tem a ver com saúde. Eles estão coletando dados, testando com grupos de foco, perguntando a personalidades da grande mídia e, em seguida, mudando as doses e a frequência dos reforços com base no que eles acham que podem fazer. É isso. Qualquer que seja o seu fim de jogo, não é o fim da Covid porque eles estão totalmente cientes de que não há fim para a Covid.

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 


ESTAMOS NO GETTR



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.