06/01/2022 às 09h17min - Atualizada em 06/01/2022 às 09h17min

NÃO VACINADO na capital das Filipinas, Manila, recebeu ordens para ficar em casa

As autoridades da capital das Filipinas, Manila, proibiram os não castrados de deixar suas casas, a menos que seja para comprar itens essenciais, trabalhar ou fazer exercícios.

Luiz Custodio
rt.com
O presidente da Autoridade de Desenvolvimento Metropolitano de Manila (MMDA), Benhur Abalos, anunciou as novas restrições na segunda-feira, 3 de janeiro.
 

Os infratores do último bloqueio serão punidos com multas pesadas, pena de prisão ou ambos.

Relatórios de RT : De acordo com os novos regulamentos, aqueles que não receberam duas doses da vacina Covid devem ficar em casa, com apenas algumas isenções concedidas: compra de artigos de primeira necessidade e procura de ajuda médica, ir para o trabalho e fazer exercícios ao ar livre perto de seu local de residência . Aqueles que trabalham em um escritório devem fazer um teste da Covid a cada duas semanas, por conta própria. Esses testes custam US $ 100 ou mais em alguns casos.
 

Os lugares agora proibidos para os não vacinados incluem cafés, restaurantes e shoppings, bem como todos os meios de transporte público. As pessoas que violarem as regras podem ser multadas em até US $ 1.000 ou presas por até seis meses. Além disso, de acordo com relatos da mídia, os infratores podem enfrentar tanto multa quanto pena de prisão.

VEJA TAMBÉMGREAT RESET: A Grande Restauração é na verdade uma Grande Purificação contra a Humanidade


As restrições permanecerão em vigor até pelo menos 15 de janeiro, embora esse período possa ser prolongado se o número de infecções continuar a aumentar.
 

As autoridades da região metropolitana de Manila explicaram a necessidade de medidas mais duras, dizendo que " Apesar da disponibilidade de vacinas, há uma série de indivíduos que optam inflexivelmente por não serem vacinados " , com os não vacinados acabando " sobrecarregando indevidamente o sistema de saúde em detrimento de saúde pública. ”
 

Alguns filipinos recorreram às redes sociais para dar vazão à sua frustração com a decisão das autoridades, com um usuário, por exemplo, classificando os novos regulamentos como um “puro ato de discriminação. ”
 

Quase 70% dos moradores da metrópole já estão vacinados contra a Covid, mas a área teve um grande aumento de casos no mês passado, passando de 24 em 12 de dezembro para 2.600 em 30 de dezembro.

 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 


ESTAMOS NO GETTR



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.