22/12/2021 às 12h36min - Atualizada em 22/12/2021 às 12h36min

Elon Musk afirma que Wokeness é 'uma das maiores ameaças à civilização moderna'

“Em sua essência, a wokeness[termo usado para alerta de injustiça social e racismo] é divisiva, excludente e odiosa.”

Luiz Custodio
summit.news
 

O CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, diz que ser cúmplice e politicamente correto é “indiscutivelmente uma das maiores ameaças à civilização moderna”.

O empresário bilionário fez os comentários durante uma aparição no podcast The Babylon Bee.

“Queremos uma sociedade sem humor e simplesmente repleta de condenação e ódio?” perguntou Musk, afirmando: “Não há problema em ser engraçado. Wokeness[termo usado para alerta de injustiça social e racismo] quer basicamente tornar a comédia ilegal, o que não é legal ”.

Em comentários que certamente provocarão mais incandescência estridente da multidão, Musk afirmou estridentemente que o "vírus da mente desperta" representava "indiscutivelmente uma das maiores ameaças à civilização moderna".

 

“Em sua essência, a wokeness é divisora, excludente e odiosa. Basicamente, dá às pessoas más ... um escudo para serem mesquinhas e cruéis, blindadas com uma falsa virtude ”, trovejou Musk.

Durante a entrevista, Musk também zombou do escândalo do pedo da CNN quando um dos apresentadores sugeriu que ele “poderia estar na CNN agora”, que é “uma verdadeira organização de notícias”.

“Eu não sou pervertido o suficiente, eu acho”, ele respondeu.

 

 

Esta não é de forma alguma a primeira vez que Elon Musk se pronuncia contra o regime e sua grande narrativa.

No início deste mês, ele alertou que o despovoamento, e não a superpopulação, será a maior crise que a humanidade enfrenta e que “a civilização vai desmoronar” se as taxas de natalidade no Ocidente continuarem diminuindo rapidamente.

Musk também havia criticado anteriormente o conceito de esquemas de vacinação obrigatórios, dizendo: “Isso simplesmente não é algo que devemos fazer na América”.

No ano passado, durante uma aparição no podcast de Joe Rogan, Musk também disse que simpatizava com o movimento antiglobalização porque “nunca queremos que todos sejam iguais”.

 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 




ESTAMOS NO GETTR  



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.