28/07/2020 às 19h47min - Atualizada em 28/07/2020 às 19h47min

Fox News dispara no cabo americano e esmaga a CNN

Emissora teve o melhor julho da história

Kaio Lopes
FOX NEWS
Adweek (REPRODUÇÃO)
Nenhuma surpresa na tv à cabo americana: a Fox News se consolida, cada vez mais, como a emissora mais assistida, além de obter índices recordes através dos shows do prime-time. E melhor: desbanca a CNN com enorme facilidade. É o que mostram os índices divulgados pela TVNewser há algumas horas.

A cobertura assertiva e conservadora da emissora, com destaque para o tratamento justo do cenário pandêmico e o pleito eleitoral pela Casa Branca, a manteve, pelo 49º mês consecutivo, na liderança da TV fechada nos EUA; com 3,2 milhões de telespectadores em horário nobre e uma média 24h de 1,6 milhão, a Fox teve o melhor mês de julho de sua história. 

Na principal faixa-horária - compreendida entre 19:00 e 23:00 - a FNC (FOX NEWS CHANNEL) também esteve no topo, estando nele pelo sétimo mês seguido. O carro-chefe da programação é do apresentador Sean Patrick Hannity, responsável pelo show que leva o seu nome: a atração, assistida por 4,1 milhões de pessoas em Julho, foi o a mais popular do ranking; o Tucker Carlson Tonight, em seguida, com 4 milhões, também colabora para o sucesso noturno. Ambos, aliás, por seis meses seguidos, mantêm o público.

A CNN, principal rival da Fox, extremamente enviesada pela ''radical-left'' sugerida por Trump, não é representada por nenhuma atração no TOP10; consta apenas no 13º lugar, representada pelo ''Cuomo Prime Time'' com Chris Cuomo (irmão do governador de NY), que teve 1,9 milhão de pacientes telespectadores.

Na faixa-etária com maior poder publicitário, entre 25 e 54 anos, o ''The Tucker Carlson Tonight'' foi visto por 695 mil pessoas. Abaixo dele, com 687 mil, aparece o ''Hannity''. The Ingraham Angle'', também da FOX, Maddow, da MSNBC, e o The Five (FOX) completam o TOP5;

Superando a CNN e a MSNBC já por quase 19 anos, a FOX NEWS impôs uma vantagem de 64% sobre a sua principal ''concorrente''. Para ilustrar o cenário histórico do canal, o segundo trimestre de 2020 é o melhor desde a fundação da emissora, em Outubro de 1996. Desde então, o papel exercido pelo seu conteúdo qualificado é de importância inenarrável para o fortalecimento da direita norte-americana.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »