28/07/2020 às 18h54min - Atualizada em 28/07/2020 às 18h54min

Imunidade à COVID em São Paulo atinge mais de 1 milhão de pessoas

Inquérito sorológico indica os fatores

Kaio Lopes
Da Redação
EXAME (Reprodução)
A fase 2 de um terceiro inquérito sorológico, realizado pela Prefeitura Municipal de São Paulo, revelou haver, na capital paulista, cerca de 1,32 milhão de pessoas imunes à COVID-19. Há, portanto, 11,1% de imunidade entre os paulistanos. 

Em declaração à imprensa, o secretário da pasta responsável pela saúde, Edson Aparecido, explica o cenário: ''Na fase 0, tivemos uma prevalência de 9,5% de pessoas que apresentaram anticorpos para a COVID-19. Na fase, 9,8%, ou seja, 1,2 milhão de pessoas com anticorpos para o coronavírus. Na fase 2, até 20 de Julho, indica uma prevalência na cidade de 11,1%. Devemos ter mais de 1,32 milhão de pessoas imunes à covid-19 na cidade de São Paulo''.

Nesta fase 2, conforme relata Edson, fatores como a incidência da doença por faixa-etária, incluindo o grupo de idosos acima de 65 anos, puderam ser avaliados. O prefeito Bruno Covas, por sua vez, solicitou aos secretários da Saúde uma especificidade maior sobre o monitoramente deste último grupo. 

Ainda sobre a pesquisa, a mesma indica uma predominância maior do vírus entre pessoas de cor parda e preta e a mesma equivalência sobre indivíduos da classe C e D, em sua maioria, residentes em domicílios com mais de 5 moradores. 

São Paulo, neste momento, possui ocupação de 54% para os leitos de UTI e 44% para a enfermaria. Mais de 700 mil testes já foram realizados na capital, sendo que a maioria deles tiveram resultados negativos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »