13/12/2021 às 10h54min - Atualizada em 13/12/2021 às 10h54min

Cidade brasileira reduz hospitalizações e taxas de mortalidade pela metade após implementação de ivermectina como profilaxia para COVID

Os resultados foram espetaculares. As hospitalizações e mortes foram reduzidas à metade.

Luiz Custodio
zero hedge
Isso não chegou às manchetes.

A cidade de Itajaí, Brasil, ofereceu ivermectina aos seus cidadãos durante a pandemia COVID. 

No início da pandemia, antes que as vacinas estivessem disponíveis, a cidade de Itajaí, no sul do Brasil, ofereceu a ivermectina como profilaxia contra a doença.

Entre julho e dezembro de 2020, cerca de 220.000 pessoas receberam uma dose de 0,2 mg / kg / dia (cerca de 18 mg para uma pessoa de 200 lb) como tratamento opcional por 2 dias, uma vez a cada duas semanas.

133.051 pessoas aceitaram, enquanto 87.466 não.

Depois de analisar os dados, uma equipe de pesquisadores abrangendo vários institutos brasileiros, a Universidade de Toronto e o EAFIT de Columbia concluiu em um estudo pré-impresso de dezembro que as taxas de hospitalização e mortalidade foram cortadas pela metade no período de sete meses entre o grupo da ivermectina.


Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 

 




ESTAMOS NO GETTR  



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.