29/11/2021 às 09h25min - Atualizada em 29/11/2021 às 09h25min

APRESENTADO primeiro caso de assassinato por vacina do mundo contra Bill Gates no Tribunal Superior da Índia

Acusações de assassinato foram feitas contra Bill Gates e o fundador do Serum Institute em um tribunal superior na Índia por seu papel na promoção da vacina COVID, depois que um homem de 23 anos morreu logo após tomar a injeção, de acordo com relatórios.

Luiz Custodio
indianbarassociation.in / boomlive.in

Bill Gates e o CEO do Serum Institute, Adar Poonawalla, acusados ​​em processo legal de serem conspiradores que intencionalmente empurraram o tiro inseguro do COVID contra a população indiana.

Acusações de assassinato foram feitas contra Bill Gates e o fundador do Serum Institute em um tribunal superior na Índia por seu papel na promoção da vacina COVID, depois que um homem de 23 anos morreu logo após tomar a injeção, de acordo com relatórios.

Da Ordem dos Advogados da Índia :

O peticionário buscou processo contra o fabricante da AstraZeneca (Covishield) Bill Gates, seu parceiro Adar Poonawalla e outros funcionários e líderes do governo envolvidos no assassinato de um homem de 23 anos, que perdeu a vida por causa da vacinação. O falecido tomou a vacina de Covishield por acreditar na falsa narrativa de que a vacina é completamente segura e também devido ao requisito de conformidade estabelecido pelas Ferrovias de que apenas pessoas duplamente vacinadas teriam permissão para viajar.

O Comitê AEFI (Evento Adverso Após Imunização) do Governo da Índia admitiu recentemente que a morte do Dr.SnehalLunawat foi devido aos efeitos colaterais da vacina de Covishield. O referido relatório expôs a falsidade da alegação feita pelo sindicato de vacinas de que as vacinas são totalmente seguras.

O peticionário reivindicou  Rs. 1000 crores ($ 134 milhões de USD) de  compensação e pediu uma compensação provisória de  Rs. 100 crores ($ 13,4 milhões de dólares).

O peticionário também procurou o Detector de mentiras, o Teste de Análise de Narco do acusado Bill Gates e outros.


O Serum Institute of India (SII) recebeu financiamento no ano passado da Bill & Melinda Gates Foundation por meio da GAVI Alliance para conduzir os testes de fase 2 e 3 da vacina de Covishield na Índia, concedido pelo Drugs Controller General of India (DCGI).

“Gostaria de agradecer a @BillGates, @gatesfoundation, @GaviSeth por esta parceria fundamental de compartilhamento de risco e fabricação de 100 milhões de doses, que também garantirá acesso equitativo a um preço acessível para muitos países ao redor do mundo”, tuitou o CEO da SII Adar Poonawalla em agosto de 2020.

 

 

Notavelmente, o Evento Adverso Nacional Após a Imunização da Índia (AEFI) admitiu em outubro que a morte do médico de 33 anos, Dr. Snehal Lunawat, foi devido a um coágulo sanguíneo da vacina de Covishield.

Esperançosamente, este é o primeiro de muitos casos legais investigando os perigos do mRNA experimental da COVID disparado e responsabilizando aqueles que o empurraram como “seguro e eficaz”.

 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.