28/11/2021 às 11h22min - Atualizada em 28/11/2021 às 11h22min

A China está tentando exportar sua configuração de censura na internet

A ditadura chinesa quer que outros governos usem a tecnologia.

Luiz Custodio
reclaimthenet.org

De acordo com um  artigo  publicado pelo International Cyber ​​Policy Center, a China está trabalhando ativamente na exportação de seu modelo de censura na Internet (o Grande Firewall) para outros países. O modelo de censura da Internet na China é de longe o mais restritivo do mundo.

O Australian Strategic Policy Institute do International Cyber ​​Policy Center publicou um artigo intitulado “Visão cibernética da China: Como a Administração do Ciberespaço da China está construindo um novo consenso sobre a governança global da Internet”.

O artigo começa destacando como o governo chinês vê o policiamento da Internet como muito importante. Por meio de diretrizes de segurança de dados que evitam que os dados chineses saiam de suas fronteiras e reprimam os gigantes da tecnologia, o governo chinês provou que pode controlar a Internet em seu território.

 

O governo também censura qualquer site que considere problemático por meio do Grande Firewall. Além disso, aprovou várias regras para policiar ainda mais o comportamento online, como a regra recentemente aprovada  que proíbe as celebridades de exibirem sua riqueza.

De acordo com o jornal, a China também está compartilhando ativamente suas práticas de policiamento da Internet com outros países. O país tem trabalhado para “promulgar políticas em conjunto com governos e empresas internacionais sobre mecanismos para co-governar a internet global, ou pelo menos aumentar seus segmentos nacionais, enquanto reformula normas e padrões globais com base no modelo de abordagem do PCCh internamente. ”
 

Considere apoiar o Tribuna Nacional
Precisamos do seu apoio para continuar nosso jornalismo baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. 



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://tribunanacional.com.br/.