21/10/2021 às 23h35min - Atualizada em 21/10/2021 às 23h35min

ESTAMOS ALERTANDO: Evidências mostram claramente que as mortes estão aumentando em todo o mundo após as injeções de COVID-19 - Grande escassez de mão de obra se aproxima

Mortes por todas as causas estão aumentando em todo o mundo e de forma alarmante entre as faixas etárias mais jovens entre 20 e 50.

Luiz Custodio
Health Impact News

por Brian Shilhavy

Dez meses após o início da campanha experimental de vacinação em massa do COVID-19, com centenas de milhões de pessoas em todo o mundo injetadas com o que muitos médicos e cientistas dissidentes chamam de "arma biológica".

Os padrões estão se tornando terrivelmente óbvios para qualquer pessoa que não esteja hipnotizada pela propaganda 24 horas por dia, 7 dias por semana, vinda da mídia corporativa de propriedade da indústria farmacêutica.


Mortes por todas as causas estão aumentando em todo o mundo e de forma alarmante entre as faixas etárias mais jovens entre 20 e 50.

A maioria das pessoas que morrem e lotam os hospitais está totalmente vacinada, e as próprias “autoridades de saúde” estão admitindo que os vacinados ainda podem espalhar o “vírus ”E que a“ eficácia ”dos tiros diminui muito rapidamente, pois destroem a imunidade natural, exigindo inúmeros tiros de reforço.


Essa loucura vai parar? Estamos agora enfrentando uma escassez muito certa de mão de obra em todo o mundo, com consequências econômicas catastróficas.

Aqui estão vários relatórios documentando tudo isso a partir de dados fornecidos pelo governo e mostrando como a mídia corporativa controlada por produtos farmacêuticos não é uma fonte confiável de informações sobre as “vacinas” COVID-19.
 

Participe:

CANAL | GRUPO


 
Apoie o jornalismo gratuito e independente
Seu apoio ajuda a proteger nossa independência para que o Tribuna Nacional continue oferecendo jornalismo independente de alta qualidade e gratuito para todos. Cada contribuição, seja grande ou pequena, ajuda a garantir nosso futuro. Se você puder, considere fazer uma doação mensal recorrente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »