21/10/2021 às 09h58min - Atualizada em 21/10/2021 às 09h58min

ONDE VAMOS PARAR? Vídeo bizarro mostra crianças vestidas com 'ternos COVID' para conhecer os avós

Vimos muita paranóia demente em torno de COVID nos últimos 20 meses, mas os pais continuam a infligir sua histeria aos filhos, com consequências inevitáveis ​​a longo prazo.

Luiz Custodio
Paul Joseph Watson - infowars.com
Crianças obrigadas a usar máscara, poncho e óculos de proteção.
 

Um vídeo bizarro postado no TikTok mostra crianças sendo obrigadas a se vestir com 'ternos COVID' antes de poderem conhecer seus avós.
 

As crianças são vistas usando máscara facial dentro da própria casa, além de algum tipo de poncho completo, luvas, além de óculos de natação.
 

"Chegando!" grita uma mulher que provavelmente é sua mãe.
 

Quando as crianças saem de casa e veem os avós, a mãe lhes diz imediatamente: "Cubra o nariz!"
 

Só então os avós podem abraçar as crianças.
 

“Perdemos o enredo”, comentou Elijah Schaffer.

 

Vimos muita paranóia demente em torno de COVID nos últimos 20 meses, mas os pais continuam a infligir sua histeria aos filhos, com consequências inevitáveis ​​a longo prazo.
 

Como destacado anteriormente  , um estudo descobriu que os escores médios de QI de crianças nascidas durante a pandemia caíram em até 22 pontos, enquanto o desempenho verbal, motor e cognitivo sofreram como resultado de mandatos de bloqueio e máscara.
 

Depois que um especialista em educação afirmou em um artigo que forçar os alunos a usar máscaras estava causando um trauma psicológico, Forbes deletou o artigo logo depois que ele começou a se tornar viral.
 

As crianças também estão sendo forçadas  a cantar canções assustadoras pró-máscara na escola por professores malucos por controle.

Participe:

CANAL | GRUPO


 
Apoie o jornalismo gratuito e independente
Seu apoio ajuda a proteger nossa independência para que o Tribuna Nacional continue oferecendo jornalismo independente de alta qualidade e gratuito para todos. Cada contribuição, seja grande ou pequena, ajuda a garantir nosso futuro. Se você puder, considere fazer uma doação mensal recorrente.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »