07/10/2021 às 09h44min - Atualizada em 07/10/2021 às 09h44min

Putin coloca o Facebook em alerta: 'O tempo acabou! Estou libertando a Internet do seu aperto gelado '

O presidente russo, Vladimir Putin, avisou o gigante da Big Tech, o Facebook, após o enorme acidente na segunda-feira, avisando-os de que ele vai libertar a Internet de seu domínio autoritário.

Luiz Custodio
rt.com
"É HORA DE TORNAR A INTERNET SOBERANA NOVAMENTE."
 

Falando em nome de Putin, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse que a falha do grande desligamento da Internet no início desta semana destaca os perigos de dar a uma empresa autoritária "liberal" com sede na Califórnia o controle da Internet mundial. Ele disse que a Rússia está se preparando para tornar a Internet soberana novamente.
 

“Precisamos entender que esse blecaute pode acontecer a qualquer segundo, com base nos processos que agora estão ganhando força nos Estados Unidos”,  disse Zakharova. 
 

“Ontem eles te mostraram tudo. Não estamos nos isolando, mas suas tecnologias estão falhando a tal ponto que 3,5 bilhões de pessoas foram cortadas. ”
O anúncio da Rússia de uma internet soberana e gratuita veio poucos dias depois de Putin alertar o Facebook que a Rússia tomaria medidas drásticas contra eles se não parassem de promover a pedofilia em sua plataforma.

 

RELACIONADOS: Putin coloca o Facebook em alerta: pare de promover a pedofilia ou vou esmagá-lo
 

Relatórios da Rt.com : A Rússia anunciou que está tomando medidas para garantir mais controle sobre as redes de mídia social que operam no país, bem como expandir sua própria infraestrutura de internet, separada do resto da web. Nos últimos anos, Moscou investiu no desenvolvimento de sua infraestrutura online doméstica, que espera permitir que a Internet do país funcione de forma autônoma em caso de crise.
 

Em fevereiro, o ex-presidente e agora vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou que, como último recurso drástico, o país poderia cortar o acesso a seus servidores além de suas fronteiras, contornando  "os principais direitos de controle"  que estão atualmente nas mãos dos EUA. “Então, potencialmente”  , disse ele,  “pode ser o caso de que algo extraordinário aconteça, tudo exploda completamente, [e] que a chave para fazer algo sobre isso seja realizada no exterior ... Claro, temos um plano de como agir em tal situação.”
 

Após a interrupção, Zakharova disse que as falhas e desligamentos não são apenas sobre a perda de comunicação, mas podem levar à perda de negócios cruciais. “Não estamos falando apenas do desagrado dos gatos, cujos donos não publicaram suas fotos fantásticas”  , disse ela.  “Isso é uma questão de negócio, e não só do negócio das grandes empresas, mas do negócio das pessoas que negociam por meio dessas redes sociais, ali recebem pedidos e prestam serviços”.
 

Explicando a falha global do sistema, o Facebook escreveu em um comunicado na segunda-feira que  “nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam essa comunicação”.

Participe:

 

Além de compartilhar este arquigo, você pode ajudar de outra forma fazendo com que nosso trabalho chegue a mais pessoas clicando AQUI


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »