03/10/2021 às 09h38min - Atualizada em 03/10/2021 às 09h38min

CADÊ VOCÊ RIO? Dezenas de milhares se levantam contra a 'Nova Ordem Mundial' na Romênia: “Abaixo o governo”

Dezenas de milhares de cidadãos foram às ruas ou à Romênia para protestar contra as restrições de Covid da 'Nova Ordem Mundial' que estão sendo impostas à nação.

Luiz Custodio
rt.com

Multidões enormes inundaram as ruas de Bucareste para expressar sua oposição aos passaportes de vacinas, toques de recolher para os não vacinados e uma série de outras medidas draconianas impostas a eles em nome de Covid.

Quase 20.000 pessoas marcharam na University Square e Victory Square do lado de fora dos prédios do governo em Bucareste no sábado, gritando "Liberdade sem certificados" e "Abaixo o governo".

ASSISTA:

 


Os protestos são em resposta ao governo romeno implementando recentemente novas restrições, banindo pessoas não vacinadas de locais de entretenimento e impondo toque de recolher a elas.
 


Relatórios da Rt.com : As autoridades também emitiram ordens de máscara para espaços públicos internos e externos em áreas com mais de seis casos de coronavírus por 1.000 residentes, incluindo a capital.
 

 


A Romênia, que abriga cerca de 19 milhões de pessoas, ocupa o segundo lugar em vacinações nos 27 estados membros do bloco da UE, com menos de 28% da população vacinada com duas doses. Na terça-feira, a Romênia começou a 'recomendar' uma injeção de reforço e procurou tornar a vacinação obrigatória para médicos e outros profissionais de saúde.

Com um total de 1,24 milhão de casos registrados oficialmente e cerca de 37.000 mortes desde o início da pandemia, a Romênia viu um aumento acentuado de novas infecções nas últimas semanas, pois as autoridades temem que os hospitais em breve ficarão sem unidades de terapia intensiva.
 


Enquanto isso, na França, cerca de 48.000 pessoas saíram às ruas pelo nono fim de semana consecutivo de protestos. Os comícios começaram em meados de julho, depois que o governo do presidente Emmanuel Macron introduziu um sistema que tornava obrigatória a apresentação do certificado de vacinação ou do teste Covid-19 negativo para quem deseja visitar um restaurante, teatro, cinema ou shopping center, bem como para quem viaja por muito tempo -trens de distância.

Participe:

 

Além de compartilhar este arquigo, você pode ajudar de outra forma fazendo com que nosso trabalho chegue a mais pessoas clicando AQUI


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »