20/07/2020 às 15h13min - Atualizada em 20/07/2020 às 15h13min

ANCINE libera linha de crédito para socorrer audiovisual

“A liberação deste apoio para as pequenas, médias e grandes empresas é uma ação rápida e integrada do governo federal. A parceria com BNDES e BRDE para redução de tempo e burocracia fará com que o dinheiro chegue de forma mais ágil aos interessados, possibilitando a manutenção de centenas de empregos diretos”

Cristina Barroso
R7
A Ancine (Agência Nacional do Cinema) lançou uma linha de crédito emergencial, nesta segunda-feira (20), para ajudar empresas do setor audiovisual.
O objetivo é beneficiar produtoras, distribuidores e exibidores, impactados de forma "severa" pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Foi aprovado pelo FSA (Fundo Setorial do Audiovisual), o auxílio de R$400 milhões que será operado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e pelo BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

Secretário Especial de Cultura, Mário Frias, por meio de comunicação oficial, declarou que a parceria entre os dois bancos e, também, a redução da burocracia contribuirão para a liberação rápida dos recursos.
“A liberação deste apoio para as pequenas, médias e grandes empresas é uma ação rápida e integrada do governo federal. A parceria com BNDES e BRDE para redução de tempo e burocracia fará com que o dinheiro chegue de forma mais ágil aos interessados, possibilitando a manutenção de centenas de empregos diretos”, disse o secretário. 

De acordo com governo do presidente Jair Bolsonaro, as empresas de capital nacional terão prioridade nos primeiros 15 dias de programa. Já as empresas nacionais com capital internacional terão acesso à linha de crédito após o dia 3 de agosto.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »