15/09/2021 às 09h22min - Atualizada em 15/09/2021 às 09h22min

ONU exige US $ 600 milhões em dinheiro dos contribuintes para financiar o Talibã: 'Os terroristas PRECISAM do nosso dinheiro'

A Organização das Nações Unidas exigiu que as nações ocidentais de todo o mundo doem incríveis US $ 600 em dinheiro do contribuinte para ajudar os terroristas do Taleban no Afeganistão.

Luiz Custodio
Breitbart.com

Na segunda-feira, a ONU lançou uma conferência de doadores de alto nível e exigiu que os Estados membros ajudem a financiar o regime terrorista para implementar seu plano no Afeganistão nos próximos três meses.

O Taleban prometeu que usará os fundos para ajudar afegãos vulneráveis, garantiu a ONU a   contribuintes potenciais.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, está liderando a campanha de relações públicas do órgão globalista em nome do regime terrorista após a retirada malfeita de Biden.

Relatórios do Breitbart.com : Guterres diz que “desenvolvimentos recentes” aumentaram a vulnerabilidade dos afegãos que já enfrentaram décadas de privação e violência.

 

O veterano socialista português também destacou que uma forte seca está prejudicando a próxima safra e que a fome tem aumentado.

O Programa Mundial de Alimentos da ONU será o maior beneficiário de todos os fundos arrecadados durante a conferência de segunda-feira em Genebra, Suíça.

Junto com seus parceiros, a ONU está buscando US $ 606 milhões para os próximos três meses para ajudar 11 milhões de pessoas e, ao mesmo tempo, trabalhar com o governo de Cabul para criar um regime islâmico "inclusivo".

Como o Breitbart News noticiou na semana passada, Guterres tem esperança de que os EUA e o Talibã trabalhem juntos.

“Precisamos de respeito pelos direitos humanos, mulheres e meninas. O terrorismo não deve ter base no Afeganistão para lançar operações em outros países e o Talibã deve cooperar na luta contra as drogas ”, disse Guterres.

Ele disse que o Afeganistão deve ser governado "em paz e estabilidade, com os direitos do povo respeitados".

Guterres acrescentou que o Taleban deseja que o reconhecimento, o apoio financeiro e as sanções sejam abolidos enquanto se esforça para criar um governo islâmico.

“Isso dá uma certa influência à comunidade internacional”, disse ele, acrescentando que “uma situação de colapso econômico que poderia criar consequências humanitárias terríveis” deve ser evitada.

Na quinta-feira passada, cerca de 200 estrangeiros, incluindo americanos,  deixaram o  Afeganistão em um voo da Qatar Airways saindo de Cabul com a permissão do Taleban - a primeira partida em grande escala desde que as forças dos EUA partiram em 30 de agosto.

Muitos milhares de afegãos continuam desesperados para sair, com medo do que o governo do Taleban possa impor.

O Taleban disse repetidamente que estrangeiros e afegãos com documentos de viagem adequados poderiam partir. Mas suas garantias foram recebidas com ceticismo, e muitos afegãos não conseguiram obter certa papelada.
 

Comente este artigo em:
https://t.me/canaltribunanacional
https://t.me/tribunanacionaloficial


Além de compartilhar este arquigo, você pode ajudar de outra forma fazendo com que nosso trabalho chegue a mais pessoas clicando AQUI

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »