10/08/2021 às 18h53min - Atualizada em 10/08/2021 às 18h53min

Governos do Canada e Irlanda não conseguem provar que o Covid-19 existe

O tal “inimigo invisível” e “vírus mortal”, tão alardeado pela grande mídia, “autoridades” do governo e “especialistas” médicos, até hoje não conseguiram provar sua existência.

Cristina Barroso
Stylo Urbano
(REPRODUÇÃO)
Um canadense foi multado em dezembro de 2020 por não respeitar os “regulamentos do Covid” e exigiu em sua defesa que mostrassem a ele uma fotografia do vírus isolado SARS-CoV-2. A resposta da “autoridade sanitária” do governo de Alberta no Canadá foi que não tinha essa informação, portanto a multa era ilegal, como o resto das medidas do Covid.

Na próxima audiência oral do processo, eles tentaram invalidar a citação do conselheiro de saúde por vício formal. O réu continuou argumentando que as medidas da Covid são baseadas na existência do vírus SARS-CoV-2 e o conselheiro de saúde NÃO FOI CAPAZ DE PROVAR SUA EXISTÊNCIA.

O vírus nunca foi isolado e, portanto, o governo não tinha base legal para impor qualquer uma das restrições punitivas que infligiu à sociedade. Desde que essa confissão chocante veio à tona, a província canadense rescindiu todas as restrições da Covid e agora trata oficialmente o Covid-19 como nada mais do que uma GRIPE! Essa vitória abre caminho para demandas semelhantes em todo o mundo pois as medidas ditatoriais “para conter” o Covid são ilegais porque não são cientificamente justificadas com a existência do vírus.

O alemão Samuel Eckert criou um “fundo para a verdade” chamado Isolate Truth Fund. Este fundo concede uma recompensa de 1,5 milhão de euros, o que dá 9,29 milhões de reais, para qualquer cientista que puder fornecer uma prova incontestável de que o vírus SARS-CoV-2 foi isolado e, portanto, existe. Até agora, ninguém mostrou a prova para receber a grana. Estranho né?

Veja matéria: Quem quer ficar milionário?

O tal “inimigo invisível” e “vírus mortal”, tão alardeado pela grande mídia, “autoridades” do governo e “especialistas” médicos, até hoje não conseguiram provar sua existência. Quantas pessoas com alergias, sinusite, asma, bronquite, pneumonia, síndrome do pânico e tantas outras doenças com sintomas semelhantes ao Covid, foram diagnosticadas e tratadas como se tivessem Covid pelo falso teste de PCR que dá 97% de falso positivo? 


Covid-19, o vírus que só existe na sua imaginação

Governo da Irlanda é forçado a admitir Covid-19 não existe

Gemma O’Doherty é jornalista investigativa na Irlanda. Esta investigação irlandesa sobre o Covid mostra que o Departamento de Saúde se recusa a confirmar a existência de um “vírus” por escrito. Confirmação de que o vírus nunca foi isolado. Além disso, o CDC em julho revelou que não há Covid-19 em um documento intitulado “CDC 2019-Novel Coronavirus (2019-nCoV) Painel de diagnóstico em tempo real RT-PCR”, datado de 13 de julho de 2020.

Na página 39 deste documento intitulado “Características de desempenho”, vemos escrito “Uma vez que nenhum vírus isolado quantificado do nCoV 2019 está disponível atualmente …” Então … O que eles estão testando? Porque não é o vírus … Isso não foi provado que existe … O que está sendo testado é RNA que se PRESUME vir do vírus … Que não foi provado que existe. Como os governos querem forçar bilhões de pessoas a serem vacinas se não conseguem provar que o vírus foi isolado?

Seis dias de testes Covid-19 em 12 milhões de habitantes. Apenas 37 casos positivos e 41 assintomáticos que estão bem. Esses são os resultados da cidade de Wuhan, onde o “terrível coronavírus” teria surgido. Eles nem podem dizer que o crédito por tudo isso vai para a vacina. Na China, eles não estão fazendo nenhuma vacinação em massa.

A vacinação só foi promovida para o trouxas histéricos do Ocidente porque o plano é reduzir exclusivamente a população ocidental e deixar o campo aberto para a China

Encontre aqui todas as informações sobre a pandemia, tratamento precoce, efeito colateral das vacinas e o que dizem os verdadeiros cientistas sobre o coronavírus e a agenda globalista.

 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »