14/07/2021 às 19h15min - Atualizada em 14/07/2021 às 19h15min

'A passagem não deve passar!' Manifestantes tomam as ruas em toda a França depois que Macron lança uma bomba sobre passaporte de vacina (FOTOS, VÍDEO)

“O passe não passará!” foi o canto dos manifestantes que cercam o prédio da prefeitura de Nantes.

Luiz Custodio
rt.com
A polícia disparou gás lacrimogêneo contra manifestantes que jogaram pedras e garrafas, incendiaram equipamentos de construção em Paris e fizeram piquetes em prédios do Estado em toda a França, em resposta às medidas do presidente Emmanuel Macron para vacina e passe de saúde.

Protestos em massa em todo o país ocorreram no Dia da Bastilha, o aniversário da tomada de 1789 da famosa masmorra de Paris que deu início à Revolução Francesa. Em Paris, a polícia disparou gás lacrimogêneo para reprimir os manifestantes.

Fotos e vídeos da capital mostraram manifestantes erguendo barricadas com materiais encontrados em um canteiro de obras. Aparentemente, algumas máquinas de construção deixadas sem supervisão também foram incendiadas.

Um dos observadores lamentou a destruição da escavadeira mecânica, dizendo que as onipresentes scooters elétricas da cidade seriam uma pira melhor.

Charles Baudry, da RT France, capturou um vídeo de Paris mostrando que as coisas se acalmaram um pouco com o passar da tarde. Suas fotos durante o dia mostraram a extensão e a energia das manifestações.

Postagens nas redes sociais sobre os protestos incluíram as hashtags #PassSanitaire e #VaccinObligatoire, referindo-se ao anúncio de segunda-feira por Macron de que os trabalhadores da saúde terão que ser vacinados contra a Covid-19 até 15 de setembro, ou poderão perder seus empregos. 

Além disso, um “passe de saúde” a ser introduzido em agosto limitará a entrada em bares, restaurantes, cafés e shopping centers em favor daqueles que tiveram resultado negativo, foram totalmente vacinados ou se recuperaram recentemente do vírus. Macron havia prometido anteriormente que não haveria mandato para vacinas ou passaportes de saúde.

A indignação francesa também não se limitou a Paris. Vídeos de todo o país mostram protestos em Toulouse e Marselha no sul, Haute-Savoie no sudeste e Nantes no oeste, entre outros lugares. 

“O passe não passará!” foi o canto dos manifestantes que cercam o prédio da prefeitura de Nantes.

+A taxa de mortalidade pós-vacinada por COVID no Reino Unido ultrapassa as mortes por COVID não vacinadas

+Aluno vacinado infecta dezenas de pessoas em Israel

+Acetilcisteína (NAC) pode ser o terceiro tratamento eficaz para Covid que o FDA tentou suprimir, depois dos medicamentos como cloroquina e ivermectina


ENTRE EM NOSSO CANAL e vamos
discutir no GRUPO DO TELERAM.

https://t.me/canaltribunanacional
https://t.me/tribunanacionaloficial


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »