21/06/2021 às 18h25min - Atualizada em 21/06/2021 às 18h25min

EXCLUSIVO: Associação é criada para acolhimento de vítimas de vacinas e de medicamentos em todo o país

A ABRAVAC alerta para os perigos dos efeitos adversos que não são divulgados pela impressa convencional

Luiz Custodio
Redação
O Jornal @tribunanacional, com exclusividade, tem o honra de ser o primeiro veículo de impressa a noticiar e divulgar essa associação criada recentemente no Acre, com o intuito de acolher as vítimas de vacinas e de medicamentos em todo o país, a ABRAVAC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE VÍTIMAS DE VACINAS E MEDICAMENTOS, trabalha também para alertar sobre os riscos e perigo dos efeitos adversos das vacinas e medicamentos que não são divulgados pela mídia convencional. 

Abaixo, segue um breve histórico e o relato da associação
:

A ABRAVAC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE VÍTIMAS DE VACINAS E MEDICAMENTOS, 

Fundada no dia 06 de fevereiro de 2021, em Rio Branco no estado do Acre. A ABRAVAC é uma instituição criada com o objetivo de acolher vítimas de vacinas e medicamentos em todo o país, apontando a inércia e ineficiência de instituições e poder público. 




No Acre, dezenas de crianças e adolescentes apresentam problemas de saúde variados que se iniciaram pós vacina anti - HPV (Gardasil).  Grande parte destes, receberam a vacina na escola, sem sequer ter a autorização dos pais. 



Por meio desta, afirmamos nossa repulsa a ameaça de liberdade. 

O Passaporte Nacional da Subordinação – nova investida de controle e servidão social.

A PL 1674/21 Vem pra tenta camuflar por meio de expressões dóceis, como “preservação de direitos”, “proteção das pessoas e “segurança sanitária”, querendo passar a impressão de grandes avanços civilizatórios. 


O repulsivo projeto de lei foi votado por 73 Senadores - estabelece que o cidadão sem o titular do passaporte não poderá circular nos espaços públicos (art. 3°, I). o que tirará parte da liberdade de ir e vir.



A legislativa surreal. ainda prevê a frase marota que deverá ser exibida nas entradas dos locais de acesso público: “o ingresso neste local está condicionado à apresentação do Passaporte Nacional de Imunização e Segurança Sanitária”. 

Orwell ficaria corado.

A deformidade legal cria uma espécie de cidadãos de 2ª categoria, além do que, viola frontalmente a Constituição Federal ao exigir uma chancela burocrática do Estado para o direito humano mais fundamental depois da própria vida: o direito de ir e vir.



Chegamos ao momento histórico em que, para se dar simples voltinha na rua, serão necessários um carimbo do Estado, a chancela de um burocrata, um nada-consta, um selo protocolar em três vias autenticadas e com firma reconhecida. É a monstruosidade estatal em todo seu esplendor.

A liberdade é como uma donzela frágil e indefesa caminhando sozinha num beco escuro. Haverá sempre alguém disposto a devassá-la, e para que isso não aconteça, deverá haver pessoas sempre dispostas a defendê-la, e em permanente estado de vigilância. (ABRAVAC).

A Perda das liberdades individuais - direitos previstos na Constituição Federal serão ANULADOS. 

Os Perigos de reações vacinais graves (doenças autoimunes, lesões neurológicas, distúrbios psiquiátricos, autismo, câncer?) 

OS Óbitos pelo uso de “INJECOES EXPERIMENTAIS” que utilizam produtos desconhecidos e nunca antes utilizados em seres humanos (ex: nanopartículas lipídicas da vacina Pfizer).


Os riscos associados às vacinas são de tal ordem que não se pode cogitar de maneira alguma sua obrigatoriedade. O que descrevemos baseamos no histórico negativo das vacinas anti- HPV. Com este fundamento, queremos o FIM DA VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA. 

Em todo o mundo os efeitos das vacinas ANTI- HPV GARDASIL vem MATANDO e deixando PARAPLÉGICAS milhares de meninas e meninos em todo continente.




No Acre, dezenas de mães fazem movimentos em defesa de suas filhas e filhos GRAVEMENTE DOENTES por causa de vacinação mal sucedida que receberam na campanha da vacina anti- HPV. Ingredientes letais como, o MERCÚRIO, considerado o METAL PESADO MAIS VENENOSO que existe; o ALUMÍNIO, o FORMALDEÍDO, o POLISORBATO 80, o ESQUALENO, o MSG (glutamato monossódico), e ainda CÉLULAS DE BEBÊS ABORTADOS (isto mesmo!), CÉLULAS DE MACACOS, CÉLULAS DE RATOS, CÉLULAS DE OUTROS ANIMAIS, PUS DE ANIMAIS e etc.



Tudo isto INJETADO direto na CORRENTE SANGUÍNEA! Com tamanha fartura de provas, fatos, estudos, depoimentos e estatísticas, não faz qualquer sentido querer OBRIGAR os pais a permitirem a "vacinação”, PORQUE MOTIVOS deveriam os pais autorizar a injeção em seus filhos de substâncias que impliquem em tamanho risco à saúde e até mesmo à vida deles?

E vai CONTRA todo e qualquer direito de vida da pessoa humana e do cidadão. Com este fundamento, queremos o FIM DA VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA.

 



Recentemente O juiz Taunir Cristian Malheiros Lima da Justiça Estadual de Minas Gerais, emitiu decisão liminar na noite desta quarta-feira (16/06) suspendendo a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes entre 12 e 14 anos na cidade de Betim, Estado de Minas Gerais

No entanto, conforme o artigo Dr. Vladimir Zelenko onde Afirma Que Obrigação de Vacinar Crianças É Uma Experimentação Humana e Crime Contra a Humanidade publicado pelo Crítica Nacional, nesta semana, o Dr. Vladimir Zelenko, médico norte-americano condena veementemente a vacinação de crianças contra esta doença.

Segundo o Dr. Zelenko, de acordo com o CDC dos Estados Unidos, crianças saudáveis menores de dezoito anos têm uma taxa de recuperação da Covid-19 da ordem de 99.998% e sem necessidade de tratamento médico.

Portanto, segundo o Dr. Vladimir Zelenko, não haveria necessidade médica de quaisquer vacinas contra a Covid-19 para crianças, especialmente vacinas experimentais de mRNA, que já demonstraram ter muitos efeitos colaterais perigosos. Informações do site Poder 360.
 

Cabe AOS PAIS e ÀS PESSOAS terem o DIREITO DE ESCOLHA sobre o que é e não é melhor para os seus filhos e para si próprio.

NÃO, a "vacinação obrigatória" NÃO FAZ QUALQUER SENTIDO! PL1674/2021.


Faça parte;

ABRAVAC, é uma associação civil de direito privado, de âmbito nacional, sem fins econômicos e lucrativos, de personalidade distinta de seus associados, de caráter organizacional, filantrópico, assistencial, promocional e educacional, sem cunho político ou partidário, com a finalidade de atender a todos que a ela se dirigirem, independente de classe social, nacionalidade, sexo, gênero, raça, cor ou crença religiosa, que se regerá por seu Estatuto Social e pela Legislação aplicável, podendo á critério de sua Diretoria Executiva e com aprovação em Assembleia Geral, abrir, mudar e encerrar escritórios locais e em qualquer ponto do território nacional, desde que atendidas as exigências legais e regionais.



Nosso objetivo Social:

 

  • Identificar, planejar, desenvolver, promover e divulgar medidas, ações e iniciativas - no campo legal, social, institucional e educativo - que contribuam para reduzir a frequência, a gravidade e as consequências da aplicação de vacinas e medicamentos prejudiciais à saúde do paciente, promovendo a universalidade da assistência social e da promoção gratuita da saúde; ​
 
  • Prestar apoio emocional, jurídico e social às vítimas e aos familiares de vítimas em eventos adversos da vacinação mal sucedida, bem como de efeitos colaterais dos medicamentos;
 
  •  Atividade médica ambulatorial para consultas, com recursos para realização de exames complementares; acompanhada de uma equipe multidisciplinar.
 
  •  Atividades de pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais.
  •  Atividades multidisciplinares relacionadas a práticas integrativas e complementares em saúde humana;


DADOS BANCARIOS: 
Conta corrente da pessoa jurídica; ABRAVAC.
CNPJ:41.369.488/0001-06.
Banco: Caixa Econômica. 
Agência: 3320.
Conta: 3981-3.
Pix 41369488000106
.




+A HIDROXICLOROQUINA é vítima de uma fraude acadêmica, afirma Dr. McOullough no Senado americano

+China ameaça guerra nuclear, ampliando arsenal em caso de 'confronto intenso' com os EUA

+BOMBA! Urologista Da Flórida Encontra Sinais De Infertilidade E Câncer De Próstata Em Homens Tratados Com Vacinas COVID


ENTRE EM NOSSO CANAL e vamos
discutir no GRUPO DO TELERAM.

https://t.me/canaltribunanacional
https://t.me/tribunanacionaloficial


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »