20/06/2021 às 18h29min - Atualizada em 20/06/2021 às 14h29min

Crianças de 12 a 17 anos estão sendo vacinadas sem a autorização do Ministério da Saúde em Rondônia

“Mesmo sem autorização do Ministério, até porque a autoridade máxima a respeito dessas liberações é a própria Anvisa, entendemos nesse momento que precisamos acelerar o processo de vacinação e que não podemos ficar presos a burocracias”, disse Furia.

Cristina Barroso
CNN
(REPRODUÇÃO)
O município de Cacoal, em Rondônia, já vacinou 350 crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos contra a Covid-19.

O prefeito da cidade, Adaílton Furia, afirmou à CNN Rádio que, apesar de o Ministério da Saúde não ter emitido recomendação para a imunização desse público, o momento é de pressa para o avanço da imunização.

 

“Mesmo sem autorização do Ministério, até porque a autoridade máxima a respeito dessas liberações é a própria Anvisa, entendemos nesse momento que precisamos acelerar o processo de vacinação e que não podemos ficar presos a burocracias”, disse Furia.

Ele reforçou que a cidade “passou por cima” do regramento “por entender a necessidade, o direito e prioridade absoluta das nossas crianças e jovens acima de 12 anos”. 
SAIBA MAIS:

Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em maiores de 12 anos.
Na cidade, a extensão da campanha de vacinação para a faixa etária começou esta semana e é voltada para menores com comorbidades, portadores de deficiência ou com doenças crônicas.

Adaílton Furia afirmou que todos os adultos com comorbidades já foram vacinados na cidade. Neste momento, a vacinação de maiores de idade está sendo feita por faixa etária e compreende pessoas acima de 50 anos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »