14/06/2021 às 15h33min - Atualizada em 14/06/2021 às 15h33min

A HIDROXICLOROQUINA é vítima de uma fraude acadêmica, afirma Dr. McOullough no Senado americano

Posso te dizer em primeira mão que a hidróxicloroquina em ação não causa, não causa cicatrizes gigantes no coração. Então a medicina acadêmica está cometendo uma fraude, acho que é um crime contra a humanidade.

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)
Em audiência no Senado americano, o Dr. Peter McOullough fez sérias acusações a medicina acadêmica, afirmando que eles estão cometendo uma fraude acadêmica em relação ao uso da Hidróxicloroquina no combate a COVID. Ele afirma ainda que é uma fraude a medicina acadêmica ser  contra o uso da Hidroxicloroquina e afirma: "é um crime contra a humanidade!"

Se o presidente Jair Bolsonaro tivesse comandado a administração da pandemia, o Brasil poderia ter sido uma referência no combate ao coronavírus e muitas vidas teriam sido poupadas. Os verdadeiros genocidas estão por aí defendendo a vacina e impedindo que os infectados tenham acesso ao tratamento. Tratamento que definitivamente salva vidas e que agora o mundo começa a reconhecer as artimanhas usadas para desqualificar a medicação que poderia ter salvo vidas!

“O ‘New England Journal Medicine Lancet’ reconheceu que eram papéis fraudulentos. Eram papéis assustadores para assustar pessoas sobre a hidróxicloroquina. Desde aquela época tem havido dezenas de táticas de amedrontamento em acadêmicos. Este não é o governo. São pessoas da minha área de medicina acadêmica que estão comprometidas na fraude acadêmica”, afirma McOullough. “Esta não é apenas uma culpa e prevaricação do governo com relação à hidróxicloroquina.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »