04/05/2021 às 11h25min - Atualizada em 04/05/2021 às 11h25min

Secretário de Biden dispara: "nosso objetivo não é conter a China"

Declaração de Secretário foi feita no último domingo, em entrevista

Da Redação
O Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken | Foto: Demetrius Freeman/Washington Post/Getty Images
O Secretário de Estado do governo Biden, Antony Blinken, disse, no último domingo (2), que o objetivo do atual governo "não é conter a China, mas sim proteger uma ordem baseada em regras nas relações internacionais". A declaração de Blinken foi feita em uma entrevista dele para o programa 60 Minutes, da CBS News. O Secretário de Estado dos EUA é o responsável pelas relações internacionais, como se fosse o Ministro das Relações Exteriores do Brasil. Confira o vídeo com a declaração do democrata:
 

Em março, a China repreendeu Blinken na primeira reunião feita entre China e EUA após Biden ter assumido o cargo. Quando o secretário americano mencionou os abusos dos direitos humanos na China, a ditadura citou a organização criminosa Black Lives Matter como uma das falhas da América.


Ameaça ao mundo
Cada vez mais a China vem se mostrando uma ameaça ao mundo, visto que não tem o mínimo de respeito por direitos humanos e individuais, que são a regra nas democracias do ocidente. A ditadura chinesa é um dos poucos regimes do mundo que ainda mantêm campos de concentração e prende críticos do governo e jornalistas, a exemplo de Zhang Zhan, que foi condenada em 2020 a 4 anos de prisão por ter feito cobertura da pandemia de Covid-19 em Wuhan. Além de Zhang Zhan, os jornalistas Ren Zhiqiang, Guo Quan, Cai wei, Chen Mei, Chen Qiushi e Fang Bin encontram-se presos ou desaparecidos.

O radialista conservador Mark Levin, que chamou a atenção para a entrevista em seu programa na  segunda-feira, dizendo que a declaração de Blinken foi uma provocação, destacando a fraqueza dos EUA. “Acredito que esta entrevista vai ser o que desencadeará um ataque a Taiwan”, alertou Levin.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »