13/04/2021 às 12h43min - Atualizada em 13/04/2021 às 12h43min

A física alemã Viola Priesemann alerta sobre novas variantes do coronavírus que podem tornar as vacinações obsoletas ou reduzir sua eficácia.

"No pior dos casos, surge uma variante que nos força a começar de novo com a vacinação do zero", disse Priesemann na noite de quarta-feira no programa de entrevistas ARD "maischberger a semana".

Cristina Barroso
RND
(REPRODUÇÃO)
A física Priesemann alerta sobre novas variantes do coronavírus que podem contornar a proteção imunológica

De acordo com a física Viola Priesemann, podem se formar novas variantes do coronavírus que podem contornar a proteção imunológica por meio de uma vacinação.
Essas variantes de escape se desenvolveriam onde muitas pessoas são vacinadas e, ao mesmo tempo, há uma alta incidência.

No "pior caso", seria forçado a começar tudo de novo com as vacinas.
A física e modeladora Viola Priesemann, do Instituto Max Planck de Dinâmica e Auto-Organização, alertou sobre novas variantes do coronavírus que podem tornar as vacinações obsoletas ou reduzir sua eficácia. 
"No pior dos casos, surge uma variante que nos força a começar de novo com a vacinação do zero", disse Priesemann na noite de quarta-feira no programa de entrevistas ARD "maischberger a semana".

Vírus que ignoram a proteção imunológica
As chamadas variantes de escape foram desenvolvidas onde muitas pessoas já haviam sido vacinadas, explicou Priesemann. Trata-se de vírus que conseguiram burlar a proteção imunológica da vacinação. "Existem descobertas iniciais de que algumas das variantes do vírus podem, pelo menos parcialmente, fazer isso", disse Priesemann. Se muitos foram vacinados e também há uma alta incidência, "então criamos essas variantes de escape aqui na Alemanha", disse Priesemann com vista ao próximo verão.
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »