24/03/2021 às 14h49min - Atualizada em 24/03/2021 às 14h49min

Após decisão do STF, réus da Lava Jato vão pedir que 13ª vara de Curitiba seja declarada incompetente

Dentre os réus, estão Eduardo Cunha, Sérgio Cabral e o ex tesoureiro do PT, João Vaccari Neto

Da Redação
13ª Vara de Curitiba | Foto: reprodução
Advogados de pelo menos 6 réus condenados na Operação Lava Jato vão pedir ao ministro Edson Fachin, do STF, que conceda habeas corpus para seus clientes sob o argumento de que a 13º Vara de Curitiba, onde ficava o ex-juiz Sérgio Moro, seja declarada incompetente para ter julgado os. Os advogados usarão como base o entendimento firmado ontem pela segunda turma, que reconheceu Moro suspeito ao julgar o ex-presidente Lula.

Dentre os réus, estão o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, que teve o mandato cassado em 2016 por mentir em CPI, o ex-governador Sergio Cabral, que recebeu meio bilhão de propina e praticou quase mil atos de lavagem de dinheiro, o ex-senador Gim Argello, que Dilma tentou colocar no Tribunal de Contas da União em 2014, o ex-tesoureiro do PT José Vaccari Neto também prepara um recurso e os ex-diretores da Petrobras Renato Duque e Jorge Zelada.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »