22/03/2021 às 18h20min - Atualizada em 22/03/2021 às 18h20min

Governador interino do RJ Cláudio Castro defende o comércio aberto ao contrário do prefeito Eduardo Paes

Castro pretende garantir, judicialmente, que as providências que vai tomar sejam as que efetivamente tenham valor, em detrimento das determinações municipais.

Cristina Barroso
Pleno News
(REPRODUÇÃO)
Nesta segunda-feira (22), o governador interino Cláudio Castro (PSC) terá uma reunião pelo aplicativo Zoom, às 18h , com o Ministério Público, a Defensoria, o Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça.

O encontro foi agendado logo após o governador anunciar a disposição de ir à Justiça para fazer valer suas medidas restritivas para tentar conter alta nos números da Covid-19 no estado.
 

Castro defende a formação de um feriadão de dez dias a partir de sexta-feira (26), porém sem o fechamento do comércio.
Ele pretende garantir, judicialmente, que as providências que vai tomar sejam as que efetivamente tenham valor, em detrimento das determinações municipais.

A Assembleia Legislativa já demonstrou estar a favor do prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM) e de Niterói, Axel Grael (PDT). A maioria dos deputados acha que cabe ao executivo municipal regular o funcionamento do comércio. A Defensoria Pública disse também que cada região do estado deve aplicar as medidas restritivas de acordo com a sua realidade diante da pandemia.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »