02/03/2021 às 14h48min - Atualizada em 02/03/2021 às 14h48min

Gigantes como a Microsoft, Oracle e Salesforce propõem "passaporte digital" para vacinados

Essa ideia foi inicialmente proposta pelo The Commons Project, uma organização apoiada pela Fundação Rockefeller, que é um dos principais agentes financiadores do progressismo no mundo, conhecida por promover a degeneração social através de pautas como drogas e aborto.

Cristina Barroso
Mundo Conservador
(REPRODUÇÃO)
Enquanto certos conservadores se prendem a discussões triviais na internet, gigantes da tecnologia buscam métodos de expandir o controle perante a população. É o caso da Microsoft, que pretende impor o que denomina de “Iniciativa de Credencial de Vacinação”.
A ideia é utilizar a tecnologia QR Code para visualizar se a pessoa foi ou não vacinada. Assim, conforme a diretriz de governos e organizações internacionais, a pessoa poderá ser barrada não somente de uma viagem para o exterior, mas também de lugares usuais, a exemplo de um shopping center.

Essa ideia foi inicialmente proposta pelo The Commons Project, uma organização apoiada pela Fundação Rockefeller, que é um dos principais agentes financiadores do progressismo no mundo, conhecida por promover a degeneração social através de pautas como drogas e aborto.
A obrigatoriedade de uma vacina já é um grande atentado à liberdade individual. Todavia, os leitores assíduos do Mundo Conservador percebem que a questão vai muito além. Esse tipo de mapeamento abre um precedente perigoso para governos (e Big Techs) adquirirem mais e mais controle sobre a vida do indivíduo. Não é distante pensar na realidade vista na distopia de George Orwell.

Acha que é teoria da conspiração? Quando os conservadores divulgam é teoria da conspiração, mas quando grandes mídias divulgam, pode ter certeza que eles não querem mais esconder de você.
A revista Veja publicou no dia 14 de fevereiro matéria sobre o assunto com a seguinte manchete:
Empresas líderes de tecnologia propõem passaporte digital da vacina.
Passaporte digital ou obrigatoriedade de tomar a vacina?
Se não reagirmos, nossa liberdade em muito breve deixará de existir.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »