07/02/2021 às 17h48min - Atualizada em 07/02/2021 às 17h48min

Avalanche na Índia deixa mais de 100 mortos

"Veio muito rápido, não havia tempo para alertar ninguém", disse Sanjay Singh Rana, que mora na parte superior do rio na vila de Raini. "Eu senti que até nós seríamos varridos."

Cristina Barroso
(REPRODUÇÃO)
Uma avalanche castigou o norte da índia neste domingo (7), uma geleira na cordilheira do Himalaia se soltou e destruiu uma barragem hidrelétrica, causando enchentes que forçaram o esvaziamento de vilas rio abaixo.
Cerca de 125 pessoas estão desaparecidas e o número de mortos pode chegar a 150.

Segundo autoridades do país, parte de uma geleira se desprendeu da cordilheira do Himalaia na manhã deste domingo (7), elevando o nível de rios que cortam o estado de Uttarakhand, no norte da Índia e provocando o transbordamento de uma represa.
Uma testemunha relatou ter visto uma parede de poeira, rocha e água enquanto uma avalanche descia o vale do rio Dhauli Ganga, localizado mais de 500 km ao norte de Nova Delhi, no estado de Uttarakhand.
"Veio muito rápido, não havia tempo para alertar ninguém", disse Sanjay Singh Rana, que mora na parte superior do rio na vila de Raini. "Eu senti que até nós seríamos varridos."

Om Prakash, secretário-chefe de Uttarakhand, disse que de 100 a 150 pessoas estavam mortas, mas o número real ainda não foi confirmado.
O chefe da polícia estadual Ashok Kumar disse aos repórteres que mais de 50 pessoas que trabalhavam na barragem estavam entre os mortos, embora alguns outros tenham sido resgatados. Kumar também disse que as autoridades esvaziaram outras barragens para conter a água que fluia do rio Alakananda.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »