04/02/2021 às 17h58min - Atualizada em 04/02/2021 às 17h58min

Manifestantes cercam Assembleia Legislativa do Ceará contra fechamento do comércio

Protestos ocorrem após o governador Camilo Santana, do PT, anunciar que serviços não essenciais terão que fechar às 20h

Vinicius Mariano
Manifestantes se reuniram nesta quinta-feira (4) na frente da Assembleia Legislativa do Ceará contra as restrições impostas ao comércio pelo governador do estado, Camilo Santana (PT), que tem o apoio de Ciro Gomes (PDT). No caso, Camilo anunciou na quarta-feira (3) que serviços “não essenciais” como comércios e restaurantes, só vão poder funcionar de segunda a sexta-feira até as 20h em Fortaleza, algo semelhante ao que tem acontecido em São Paulo, onde diversos desses estabelecimentos foram à falência

Na manifestação, empresários e funcionários de bares e restaurantes reinvindicaram o direito de abrirem os seus comércios até às 23h. Os manifestantes gritavam "OH OH OH, Camilo Ditador", em protesto contra o governador petista. 

O deputado estadual André Fernandes (Republicanos) apoiou a manifestação que reuniu uma multidão em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e chegou a levar água e distribuir aos populares que estavam no protesto. 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »