01/02/2021 às 09h33min - Atualizada em 01/02/2021 às 09h33min

Executiva do DEM libera deputados para votarem em Arthur Lira

Liberação ocorreu no domingo após ACM Neto perceber que há mais votos a favor de Lira que a favor de Baleia dentro do DEM

Vinicius Mariano
O presidente Jair Bolsonaro e o deputado Arthur Lira, provável futuro presidente da Câmara | Foto: reprodução
Faltando menos de 24h para a eleição para a presidência da Câmara dos Deputados, a Executiva do DEM decidiu, no último domingo (31), deixar o bloco de apoio de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato apoiado por Rodrigo Maia, e liberar seus deputados para votarem como quiserem. No DEM, já havia uma ala que ia contrariar a orientação do partido e votar em Arthur Lira (PP-AL), conforme noticiou o Tribuna Nacional.

A liberação, feita em um encontro convocado pelo presidente nacional da sigla, ACM Neto, é uma derrota para Rodrigo Maia, que deixará o cargo em algumas horas, e ocorreu porque os deputados que apoiam Arthur Lira já são mais da metade da bancada do partido, que conta atualmente com 31 parlamentares na Câmara. 

Logo após a confirmação da liberação dos votos pelo DEM, o PSDB também indicou poder deixar de apoiar oficialmente Baleia Rossi e liberar seus deputados na votação – o que ampliaria o favoritismo de Arthur Lira, candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e que conta com o endosso de 11 siglas: PL (43), PP (40), Pros (11), PSD (35), PSC (10), PSL (53), Avante (8), Patriota (6), Podemos (10), PTB (11) e Republicanos (32).

Maia isolado
A vitória de Arthur Lira representa uma derrota para Rodrigo Maia, atual presidente, que pode ficar isolado dentro do partido. Por isso, espera-se que Maia assuma a Secretaria da Casa Civil de João Doria, governador de SP, conforme noticiou o Tribuna Nacional.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »