21/01/2021 às 21h10min - Atualizada em 21/01/2021 às 21h10min

Vazamento em banco de dados expõe praticamente todos os brasileiros.

As informações roubadas incluem nomes completos, CPF, datas de nascimento, dados de 104 milhões de automóveis e de 40 milhões de empresas. Entre as pessoas afetadas, também há autoridades nacionais.

Cristina Barroso
Quase toda a população brasileira foi afetada pelo vazamento de dados.
Um vazamento em um banco de dados expôs informações de 220 milhões de pessoas.
O crime foi identificado pelo dfndr lab, laboratório de pesquisa de segurança da PSafe na última terça-feira (19).
As informações roubadas incluem nomes completos, CPF, datas de nascimento, dados de 104 milhões de automóveis e de 40 milhões de empresas.
Entre as pessoas afetadas, também há autoridades nacionais.

Até o momento, a PSafe não divulgou o nome da empresa detentora das informações violadas e não têm conhecimento de como o material foi parar nas mãos dos cibercriminosos.
De acordo com o diretor do laboratório, Emilio Simoni,  esses dados são normalmente utilizados para golpes por phishing, nos quais hackers se passam por um serviço autêntico para obter informações confidenciais do usuário.
Quando o cibercriminoso possui o CPF e outros dados reais da pessoa,fica fácil ele se passar por um serviço legítimo e utilizar engenharia social para obter dados mais críticos da vítima, que poderiam ser utilizados para pedir empréstimos, senha de banco e contratações de serviços.

Os cibercriminosos disponibilizam parte das bases para comprovar a veracidade das informações obtidas e tentam de alguma forma lucrar com esses incidentes, vendendo dados mais aprofundados, como e-mails, telefones, dados de poder aquisitivo e ocupação das pessoas afetadas – alerta Simoni.
O roubo de dados identificado pela PSafe vai além de informações básicas dos cidadãos; inclui informações detalhadas de veículos, como número de chassi, placa, município, cor, modelo, marca, cilindradas, ano de fabricação e até o tipo de combustível utilizado. Já entre os dados das 40 milhões empresas expostas, estão CNPJ, razão social, data de fundação e nome fantasia.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »